Brasil se inspira para o hexa em heróis do passado e frases motivacionais

A imagem de seus companheiros comemorando o título na Copa do Mundo de 1994 emociona e leva às lágrimas o ex-meia Zinho, que espera que esse e outros momentos, estampados nas paredes do centro de treinamento da Seleção Brasileira no Catar, inspirem e guiem Neymar e cia rumo ao hexa.

O corredor que leva ao campo do estádio Grand Hamad, que será o CT do Brasil em Doha, está decorado com imagens icônicas das cinco conquistas brasileiras no Mundial.

Zinho, titular na Copa dos Estados Unidos, em 1994, está parado diante de uma foto em que ele e o atacante Bebeto abraçam o goleiro Taffarel ao final da disputa de pênaltis contra a Itália na decisão.

"É um momento muito emocionante, porque eu volto no meu tempo de jogador e como foi a minha preparação na Copa do Mundo. E aqui está 94, o tetra, meu nome está marcado na Seleção Brasileira, na história do futebol. Aí essa atmosfera da Copa do Mundo, saber que esses atletas vão chegar daqui a pouco e vão ver essas imagens é emocionante, é uma motivação para eles”, disse o ex-jogador à AFP.

- "Se preparar bem para merecer vencer" -

A casa do clube local Al-Arabi será o local de treinos do Brasil, que estreia no Mundial na próxima quinta-feira contra a Sérvia, pelo Grupo G.

Nas paredes do CT não se vê nem o vermelho nem o branco do Al-Arabi, mas sim o verde e amarelo. Os troféus do clube aparecem expostos ao lado de imagens de lendas do futebol brasileiro como Ronaldo 'Fenômeno' e Pelé.

E também uma série de palavras e frases motivacionais, entre elas "Coragem", que o técnico Tite costuma usar para inspirar seus jogadores.

"Aproveitem o momento de confiança", "Mentalmente forte", "Determinação", "Equilíbrio", "Trabalho", "Se preparar bem para merecer vencer" e "Concentrem e desfrutem", entre outras, decoram as paredes das dependências onde no domingo os jogadores da Seleção começarão a treinar para a disputa do Mundial.

"Treinamento, preparação, foco, determinação, trabalho em equipe (são muito importantes), mas essa parte motivacional, coração, completa. No campo, dá uma parcela boa de ajuda para conquistar a sexta estrela”, afirma Zinho.

- "Grupo muito forte" -

O Brasil escolheu como casa o estádio Grand Hamad, no centro de Doha, depois de visitar 17 sedes no Catar, que recebe, em meio a diversas críticas, seu primeiro grande evento.

Os vestiários já têm estampados os rostos dos 26 jogadores, separados por espelhos para que possam se preparar em sua chegada ou saída.

Os membros da comissão técnica e departamento médico também têm seus espaços individuais, mas em outras salas, com suas respectivas fotos.

Além de uma grande academia e salas de reunião, também há um pequeno espaço infantil e áreas de lazer para os familiares dos atletas e membros da delegação.

"O Tite montou um grupo muito forte, o momento dos jogadores brasileiros é bom, jogando bem em seus clubes e o Tite não tem só 11, tem um elenco com opções para fazer uma variação na Copa do Mundo, até para fazer uma variação no esquema para que o Brasil possa conquistar (o sexto título mundial)”.

raa/iga/cb