Brasil registrou mais de um quarto das mortes por Covid-19 em todo o mundo na última terça-feira

Redação Notícias
·2 minuto de leitura
Brasil vive situação calamitosa com a Covid-19 (AP Photo/Edmar Barros)
Brasil vive situação calamitosa com a Covid-19 (AP Photo/Edmar Barros)
  • Brasil teve na terça-feira seu recorde de mortes por Covid-19

  • País registrou 28% dos óbitos pelo vírus no dia em todo o mundo

  • 24 das 27 unidades federativas estão com ocupação da UTI acima de 80%

O recorde de óbitos por Covid-19 em 24 horas no Brasil, registrado na última terça-feira, representou mais de um quarto das mortes pelo coronavírus em todo o planeta neste dia.

Somente em território brasileiro, 2.798 pessoas perderam a vida por causa do vírus, de acordo com número levantado pelo consórcio de veículos de imprensa junto às Secretarias Estaduais de Saúde. Trata-se de 28% dos 9.997 óbitos em decorrência da Covid-19 registrados no mundo ao longo dia, segundo dados da Universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos.

Leia também:

O número impressiona ainda mais se for levado em consideração que a população brasileira representa apenas 3% dos habitantes do planeta.

Brasil vive maior colapso sanitário de sua história

A escalada da Covid-19 chegou ao ponto mais crítico no Brasil, deixando quase todos os estados à beira do colapso na saúde. De acordo com a Fiocruz, trata-se da maior crise sanitária da história do país.

Entre as 27 unidades da federação, 24 estados e o DF estão com ocupação de leitos de UTI acima dos 80%. Entre esses estados, 15 tem ocupação maior que 90%. Roraima (73%) e Rio de Janeiro (79%) são as únicas duas unidades da federação com índices mais baixos.

Mapa da Fiocruz mostra maior colapso sanitário da história do Brasil - Foto: Reprodução/Twitter
Mapa da Fiocruz mostra maior colapso sanitário da história do Brasil - Foto: Reprodução/Twitter

O total de mortes por Covid-19 no Brasil chegou a 282.400, segundo pior número em todo o mundo, atrás apenas dos Estados Unidos, que já registraram 536.922.