Brasil perde para Holanda no judô por equipe e vai brigar pelo bronze

·1 minuto de leitura

TÓQUIO, JAPÃO (FOLHAPRESS) - A equipe brasileira de judô foi derrotada pela Holanda na madrugada deste sábado (31), no Nippon Budokan, nas Olimpíadas de Tóquio-2020. O Brasil agora disputará a repescagem, contra Israel, para tentar a medalha de bronze.

Na primeira luta, pela categoria até 57 quilos, a paulista Larissa Pimenta, 22, cometeu três advertências e perdeu para a holandesa Sanne Verhagen, 28.

Depois foi a vez do gaúcho Daniel Cargnin, 23, medalhista de bronze na categoria até 73 quilos em Tóquio, medir forças com Tornike Tsjakadoea. A decisão foi para o golden score, o tempo extra, e Cargnin aplicou wazari.

Com o empate por equipe, Maria Portela, 33, sofreu ippon de Sanne van Dijke, no golden score, e a Holanda passou à frente. Na luta seguinte, Rafael Macedo também levou ippon de Noel van 't Noel.

Com duas lutas em desvantagens, o Brasil precisaria contar com vitórias de Mayra Aguiar e de Rafael Silva, o Baby, além de ganhar na rodada extra.

Mayra, medalha de bronze na categoria até 78 quilos, entrou na equipe de última hora para substituir Maria Suelen Altheman (acima de 78 quilos). Ela cometeu duas infrações no tempo regulamentar diante de Guusje Steenhuis, mas aplicou ippon no golden score.

Baby, porém, tomou três advertências contra Henk Grol, e a Holanda foi à semifinal.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos