Brasil perde para Camarões, mas passa em primeiro lugar no grupo

Antony tenta vencer a marcação durante Brasil e Camarões (Foto: ANNE-CHRISTINE POUJOULAT/AFP via Getty Images)
Antony tenta vencer a marcação durante Brasil e Camarões (Foto: ANNE-CHRISTINE POUJOULAT/AFP via Getty Images)

Com a maioria da equipe reserva, o Brasil perdeu para Camarões por 1 a 0 nesta sexta (2), no Lusail Iconic Stadium, em Lusail (Catar). Mesmo com a derrota, a Amarelinha ficou na primeira colocação do Grupo G da Copa do Mundo.

Por ter ficado em primeiro lugar, a Seleção vai enfrentar a Coreia do Sul nas oitavas de final. O jogo será na próxima segunda (5), às 16h (horário de Brasília), no Estádio 974, em Doha.

O jogo

O Brasil chegou logo no primeiro minuto de jogo. Rodrygo teve o chute travado, a bola sobrou para Jesus, que ajeitou para Antony, que bateu fraco. O próximo bom momento veio aos 13, quando Fred achou Gabriel Martinelli na área e o ponta cabeceou para a boa defesa de Epassy.

Leia também:

Foi com Antony e Martinelli que o Brasil chegou aos 16, mas a zaga camaronesa cortou nos dois lances. Pouco depois o lateral Tolo fez cruzamento rasteiro e Ederson afastou na primeira descida da equipe africana.

Se normalmente quem leva faltas é Neymar, Rodrygo foi o alvo dos camaroneses no primeiro tempo, levando duas faltas bem próximas da área. Na primeira, ele mesmo bateu na carreira, e Daniel Alves mandou para fora na segunda oportunidade.

Camarões tenta chegar já no fim do primeiro tempo, mas Bremer corta o cruzamento e Ederson sai para defender. No início dos acréscimos, Martinelli fez boa jogada e chutou para defesa de Epassy. No escanteio gerado pelo lance, Rodrygo bate de primeira e a bola bate na rede pelo lado de fora. O maior susto da equipe africana veio logo depois, Mbeumo cabeceou cruzamento e Ederson fez uma linda defesa para manter o zero no placar.

No início do segundo tempo, a primeira boa chance foi de Camarões. A bola sobrou para Aboubakar, que bateu cruzado e a bola passou ao lado da trave direita de Ederson. Após o lance, a Seleção viu mais um problema de lesão, com Alex Telles tendo que deixar o campo.

Aos 10, Martinelli teve mais uma vez um chute defendido pelo goleiro. Na sobra do escanteio, Militão bateu para o gol e Epassy bateu roupa, mas a bola saiu. Na sequência, ele teve que trabalhar novamente, em disparo de Antony.

A Seleção voltou a chutar aos 27 minutos, mas Bruno Guimarães mandou para fora. Depois, quem levou perigo foi Camarões. A bola sobrou no meio para Ntcham e ele disparou para a defesa tranquila de Ederson.

Já nos acréscimos, Camarões conseguiu abrir o placar. Mbekeli avançou pela direia e cruzou na área para Aboubakar testar sem chances para Ederson. Na comemoração, o capitão da Camarões tomou o segundo amarelo e foi expulso.

Bruno Guimarães teve chance nos acréscimos, mas cabeceou fraco e o goleiro Epassy defendeu sem muitos problemas. Pouco depois, Marquinhos ajeitou para Martinelli e o ponta do Arsenal mandou para fora. O zagueiro improvisado na lateral ajeitou mais uma bola, desta vez para Bruno Guimarães, que mandou para cima.

FICHA TÉCNICA

CAMARÕES 1x0 BRASIL

Local: Lusail Iconic Stadium, em Lusail (Catar)
Data/Horário: 02/12/2022, às 16h (horário de Brasília)
Árbitro: Ismail Elfath (EUA)
Assistentes: Kyle Atkins (EUA) e Corey Parker (EUA)
Árbitro de Vídeo: Alejandro Hernandez (ESP)

Cartões amarelos: Tolo, Fai, Kunde, Aboubabakar (CMR), Éder Militão e Bruno Guimarães (BRA)
Cartões vermelhos: Aboubakar

Gols: Vincent Aboubakar (47’/2T, 1-0)

CAMARÕES

Devis Epassy, Collins Fai, Christopher Wooh, Enzeo Ebosse, Nouhou Tolo; Pierre Kunde (Olivier Ntcham, 23’/2T), André-Frank Zambo-Anguissa; Bryan Mbeumo (Karl Toko Ekambi, 19’/2T), Eric Maxim Choupo-Moting, Nicolas Mounie Ngamaleu (Jerome Mbekeli, 41’/2T); Vincent Aboubakar. Técnico: Rigobert Song.

BRASIL

Ederson, Daniel Alves, Éder Militão, Bremer, Alex Telles (Marquinhos, 10’/2T); Fabinho, Fred (Bruno Guimarães, 10’/2T); Antony (Raphinha, 34’/2T), Rodrygo (Everton Ribeiro, 10’/2T), Gabriel Martinelli; Gabriel Jesus (Pedro, 19’/2T). Técnico: Tite.