Brasil perde para Argentina e está fora da final da Copa do Mundo de futsal

·2 minuto de leitura


O Brasil foi eliminado da Copa do Mundo de futsal ao perder para a Argentina por 2 a 1, nesta quarta-feira, em Kaunas, na Lituânia. O time verde e amarelo disputará o bronze no domingo, às 10h.

Com maior posse de bola, os comandados de Marquinhos Xavier deram boas esperanças de que a classificação aconteceria, mas pecaram nas finalizações e esbarraram em uma atuação inspirada do goleiro Sarmiento.

A Argentina, atual campeã do mundo, vai enfrentar o vencedor do confronto entre Cazaquistão e Portugal, que se enfrentam nesta quinta-feira, às 14h (de Brasília), na outra semifinal.

META ADIADA
O resultado adiou os planos da CBF de recuperar a autoestima do país na modalidade. Campeão em 1989, 1992, 1996, 2008 e 2012, o Brasil passa por um processo de reconstrução após diversos problemas de gestão nos últimos ciclos, envolvendo a Confederação Brasileira de Futebol de Salão (CBFS).

CHUVA DE GOLS
O primeiro gol argentino foi marcado por Vaporaki, aos 11 minutos. Logo depois, aos 13, Rescia ficou com a sobra e tocou para Borruto ampliar. Aos 17, Pito achou Ferrão, que diminuiu.

BOMBARDEIO SEM EFEITO
No segundo tempo, os brasileiros abusaram das falhas e até tentaram uma reação no fim. A 44 segundos do término, Dyego finalizou de dentro da área, mas Sarmiento mais uma vez defendeu.

'DERROTA MAIS DURA DA MINHA CARREIRA', DIZ FERRÃO
Um dos ícones da atual geração, Ferrão lamentou o resultado e admitiu que a Seleção tinha mais a apresentar.

- Até estávamos em um momento bom quando encaixamos o gol, mas não podemos cometer tantos erros em uma partida dessa intensidade. Buscamos até o final. Isso é Brasil. Mas temos que olhar para frente. Essa Seleção ainda tem muito a ganhar - disse Ferrão, ao SporTV.

- O Brasil voltou a gostar de futsal, algo que não víamos havia muito tempo. Infelizmente, não fomos para a final. O objetivo era ser campeão. É a derrota mais dura da minha carreira, mas foi bom ver o povo brasileiro acompanhando o futsal novamente - concluiu o jogador.

AS ESCALAÇÕES
Brasil: Guitta, Rodrigo, Gadeia, Dyego e Ferrão. Entraram: Marlon, Leandro Lino, Leozinho, Rocha, Pito, Arthur, Lé e Dieguinho. Técnico: Marquinhos Xavier.

Argentina: Sarmiento, Claudino, Basile, Brandi e Taborda. Entraram: Stazzone, Alemany, Rescia, Cuzzolino, Vaporaki, Farach, Santos e Edelstein. Técnico: Matias Lucuix.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos