Brasil de Pelotas vence ABC e garante permanência na Série B

Em ótima fase na Série B, o Brasil de Pelotas recebeu o lanterna ABC nesta terça-feira, no Estádio Bento Freitas, e venceu com autoridade pelo placar de 3 a 0, em jogo válido pela 36ª rodada. Com o triunfo, o terceiro seguido na competição, a equipe xavante garantiu matematicamente a permanência na segunda divisão.

O resultado deixou o Brasil de Pelotas com 48 pontos na Série B, sem qualquer risco de rebaixamento. A consolidação da permanência é um prêmio para a equipe xavante, que chegou a estar muito ameaçada, mas conseguiu uma grande arrancada nas últimas rodadas. Já o ABC, que teve a confirmação de sua queda para a Série C na rodada passada, segue na lanterna, com 32.

Ambas as equipes voltam a atuar pela Série B no próximo sábado, às 17h30(de Brasília). O ABC irá receber o Oeste, no Frasqueirão. Já o Brasil de Pelotas visita o Boa Esporte, no Estádio Municipal de Varginha.

O jogo – A partida começou com grande pressão do Brasil de Pelotas. Aos dois minutos, Marcinho recebeu em velocidade e chutou para a defesa de Edson. Se não fez neste lance, a equipe xavante não demorou muito para abrir o placar. Aos quatro, após a defesa não conseguir cortar cruzamento, Lincom recebeu na função de pivô e rolou para Rafinha. O meia chutou forte e balançou as redes para o primeiro gol dos mandantes.

Após sair atrás no placar, o ABC teve ótimas chances para empatar. Aos 13, Erivélton recebeu depois de troca de passes no meio-campo e experimentou de fora da área. A bola pegou força e carimbou a trave da equipe gaúcha. Na sequência, aos 16, foi a vez de Daniel Nazaré receber frente a frente com Marcelo Pitol, mas mandar por cima do gol.

O Brasil de Pelotas conseguiu responder com uma boa chance aos 20 minutos, quando Teco recebeu dentro da área após cruzamento de Rafinha e mandou por cima do gol de Edson, em ótima oportunidade desperdiçada.

A pressão do ABC, porém, seguiu na sequência. Aos 29, Leandro Leite cortou cruzamento dentro da área e quase mandou contra. Já aos 33, foi a vez de Dalberto acertar um lindo chute de longa distância e obrigar Marcelo Pitol a fazer uma ótima defesa. Ainda deu tempo para, aos 35, o goleiro xavante fazer outra bela intervenção ao bloquear chute à queima-roupa de Daniel Nazaré.

Apesar das ótimas chances, o ABC não conseguiu o empate antes do intervalo. Quem ainda teve uma oportunidade foi o Brasil de Pelotas que, aos 45, perdeu chance de ouro com Lincom, que errou finalização após cruzamento de Marlon. Com isso, o primeiro tempo se encerrou com vitória parcial dos mandantes por 1 a 0.

Após o sufoco no primeiro tempo, o Brasil de Pelotas voltou melhor para a segunda etapa, criando ótimas chances. Aos cinco, Lincom subiu mais alto que a defesa após cobrança de escanteio e, por muito pouco, não acertou o gol. Já aos 11, foi a vez Itaqui receber de Misael e, frente a frente com o goleiro, ver Edson fazer uma defesa espetacular.

De tanto insistir, o Brasil de Pelotas conseguiu ampliar. Aos 18 minutos, Misael abriu para Marlon no lado esquerdo da área e o lateral chutou forte e rasteiro para balançar a rede e fazer o segundo dos mandantes.

Depois de sofrer o segundo gol, o ABC desanimou e não se encontrou na partida. Com isso, a equipe xavante ainda fez o terceiro. Aos 25, Éder Sciola precisou de duas tentativas, mas conseguiu conectar Cassiano dentro da área. O centroavante, que havia entrada poucos minutos antes, apenas empurrou para a rede para ampliar ainda mais a vitória.

Após anotar o terceiro, o Brasil de Pelotas esfriou o ritmo da partida e apenas administrou o resultado. Com isso, conseguiu garantir a importante e decisiva vitória diante de sua torcida.

FICHA TÉCNICA

BRASIL DE PELOTAS-RS 3X0 ABC-RN

Local: Estádio Bento Freitas, em Pelotas (RS)

Data: 14 de novembro de 2017, terça-feira 

Hora: 20h30(de Brasília)

Árbitro: Savio Pereira Sampaio (CBF-DF)

Assistentes: Luciano Benevides Souza (CBF-DF) e Ciro Chaban Junqueira (CBF-DF)

Público: Não divulgado

Renda: Não divulgado

Cartões Amarelos: Leandro Leite e Itaqui(Brasil de Pelotas); Tonhão(ABC)

Cartões Vermelhos: Nenhum

GOLS:

BRASIL DE PELOTAS – Rafinha, aos quatro minutos do primeiro tempo; Marlon, aos 18, e Cassiano, aos 25 minutos do segundo tempo

BRASIL DE PELOTAS: Marcelo Pitol; Éder Sciola, Leandro Camilo, Teco e Marlon; Leandro Leite, Itaqui e Rafinha(Calyson); Misael, Lincom(Cassiano) e Marcinho(Gustavo Papa)

Técnico: Clemer

ABC: Edson; Arez, Danrlei, Tonhão e Daniel Nazaré; Jardel, Erivélton e Berguinho; Mateus(Lucas Coelho), Fessin(Adriano Pardal) e Dalberto(Chiclete)

Técnico: Ranielle Ribeiro