Brasil não terá jogadores que atuam na liga inglesa, além de Matheus Nunes, nas eliminatórias

·2 minuto de leitura
O meia do Sporting, Matheus Nunes (esq.) não vai poder jogar, por não ter completado a vacinação contra a covid-19 (AFP/PATRICIA DE MELO MOREIRA)

O Brasil não vai poder contar na rodada tripla de setembro das eliminatórias sul-americanas para a Copa do Catar-2022 de nove jogadores que atuam em clubes ingleses devido à recusa da Premier League em cedê-los, noticiou a imprensa brasileira.

Entre os incluídos na primeira lista de convocados do técnico Tite que ficaram de fora dos jogos desta quinta-feira, domingo e próxima quinta estão Thiago Silva (Chelsea); Richarlison (Everton); Ederson e Gabriel Jesus (Manchester City); Raphinha (Leeds United), Alisson, Fabinho e Firmino (Liverpool) e Fred (Manchester United).

Matheus Nunes (Sporting, Portugal) tampouco vai jogar, por não ter completado a vacinação contra a covid-19, segundo a imprensa portuguesa e brasileira.

Junto com a inglesa, as ligas espanhola, italiana e portuguesa inicialmente se recusaram a liberar os sul-americanos para os jogos a serem disputados no início de setembro pelas eliminatórias.

Mas a Premier League foi quem se manteve mais firme na decisão, o que gerou polêmica e também prejudicou outros times da região, como Uruguai e Chile.

O argumento é que os clubes não poderiam contar com os jogadores por um longo período porque, quando eles retornassem, teriam que cumprir a quarentena que o Reino Unido exige dos sul-americanos devido à pandemia.

Depois de dias de incertezas e sem conseguir exceções, foram excluídos os nove convocados por Tite, que na sexta-feira chamou outros nove jogadores para substituí-los.

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) manteve o suspense até domingo, mas não conseguiu avançar no desejo de obter a liberação dos atletas.

Nesta segunda-feira, a entidade informou que 21 jogadores da seleção já treinaram em São Paulo. Neymar e Marquinhos, do PSG, devem se juntar ao elenco nesta terça-feira.

O Brasil, que é o primeiro das eliminatórias sul-americanas com 18 pontos em seis jogos, enfrentará Chile, Argentina e Peru nos dias 2, 5 e 9 de setembro, respectivamente.

mls/ma/aam

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos