Brasil garante vaga em seis finais da natação nos Jogos Paralímpicos

·1 minuto de leitura


O Brasil tem tudo para grantir mais medalhas na natação dos Jogos Paralímpicos nesta sexta-feira. Seis finais da modalidade terão a presença de brasileiros, com destaque para Wendell Belarmino, que já conquistou medalhas em Tóquio e vai em busca de outro pódio nos 100m borboleta, classe S11, após se classificar com o quarto melhor tempo (1m06s59).

+ Nathan Torquato conquista ouro inédito para o Brasil no taekwondo

Ronystony Cordeiro garantiu vaga na decisão do 50m costas, classe S4, ao passar com o sexto melhor tempo (46s58). Nos 100m borboleta, classe S8, Gabriel de Souza se classificou com a oitava melhor marca (1m05s55). As provas dos 200m medley S5 e 100m borboleta S8 femininas não tiveram eliminatórias mas terão duas brasileiras nas finais: Esthefany Rodrigues e Cecília Araújo, respectivamente.

+ Brasil supera a chuva, vence Marrocos e está na final do futebol de cinco nas Paralimpíadas de Tóquio

Fecha a participação brasileira nas finais desta sexta-feira o revezamento 4x100m medley. Andrey Garbe (S9), Ruan de Souza (SB9), Phelipe Rodrigues (S10) e Talisson Glock (S10) classificaram o Brasil para a decisão com quinto melhor tempo geral (4m27s08). As provas começam a partir das 5h (horário de Brasília).

Classes da natação paralímpica:
S1 à S10 - atletas com limitações físico-motoras
S11 à S13 - atletas com deficiência visual
S14 - atletas com deficiência intelectual
*Quanto maior o grau de comprometimento, menor o número da classe

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos