Brasil estreia no evento-teste da SSL Gold Cup nesta quarta-feira contra Israel, Omã e Estônia

·1 minuto de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.


A seleção brasileira de vela estreia nesta quarta-feira (29) no evento-teste da SSL Gold Cup, evento comparado à Copa do Mundo de futebol.
As regatas são disputadas no Lago Neuchâtel, na Suíça, e as primeiras provas no estilo barla-sota serão contra os barcos de Israel, Omã e Estônia. Os dois primeiros países de cada chave avançam ao mata-mata.

+ Nasce La'akea Makalapuaokalanipõ Browne: a primeira filha de Ronda Rousey

A equipe apelidada de Brazilian Storm conta com 10 atletas consagrados na modalidade liderados por Robert Scheidt, maior medalhista olímpico do País. A bordo estão as bicampeãs olímpicas Martine Grael e Kahena Kunze, e nomes consagrados da vela como Henrique Haddad, Gabriel Borges, Henry Boening, Juninho de Jesus, Joca Signorini, Alfredo Rovere e André Fonseca.

A cerimônia oficial de apresentação dos times para a segunda fase de evento-teste ocorreu na tarde desta terça-feira (28) os oito times inscritos. Na outra chave estão Argentina, Croácia, Hungria e Suíça. As regatas ocorrem até o domingo (3/10).

+ Anderson Silva lamenta confusões de Jon Jones: 'Fico triste, sinto que ele é meu irmão mais novo'

Cada barco cedido pela organização terá ao todo velejadores e um reserva. A escolha do time brasileiro foi feita com base no ranking da Star Sailors League e mais as indicações do comandante Robert Scheidt.

- A ideia da SSL Gold Cup é interessante, pois são barcos iguais sem vantagem competitiva para nenhuma equipe. O que conta é o trabalho dos velejadores a bordo - contou Robert Scheidt, dono de dois ouro olímpicos, duas pratas e um bronze.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos