Brasil está numa etapa de 'preparação específica' para a Copa, diz Tite

·2 min de leitura
O técnico da Seleção Brasileira, Tite, durante a final com a Argentina pela Copa América (AFP/NELSON ALMEIDA)

O Brasil já se sente classificado para a Copa do Mundo de 2022 e por isso vai encarar o jogo de quinta-feira contra a Colômbia como uma "preparação específica" para o Mundial no Catar, declarou nesta quarta-feira o técnco da seleção, Tite.

"Para mim, estamos classificados, com a pontuação que temos, para a Copa do Mundo. E diferentemente do outro estágio, agora parte para o estágio de preparação específica para jogos de Copa do Mundo, onde vamos enfrentar por exemplo uma Colômbia, numas quartas, numas oitavas de final. É fato, como aconteceu” na Copa de 2014, garantiu o treinador em entrevista coletiva em São Paulo.

“Trabalharmos nesse objetivo real, a grandeza do jogo. E para mim vai estar na Copa, e nós estarmos e trabalharmos em cima dessa evolução”, acrescentou.

Líder invicto das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa com 31 pontos em onze jogos, o Brasil vai garantir matematicamente a classificação na quinta-feira se vencer os colombianos em São Paulo ou caso empate e o Uruguai seja derrotado pela Argentina na sexta-feira, Montevidéu.

Os colombianos, que estão na quarta posição com 16 unidades, foram os responsáveis por encerrar a série nove vitórias consecutivas da equipe brasileira no torneio classificatório para o Mundial no Catar, no empate por 0 a 0 há um mês em Barranquilla.

“A Colômbia evoluiu. Depois do (ex-treinador Francisco) Maturana, começou com uma geração muito forte e atletas com uma ideia de futebol de qualidade, enfrentamento de qualidade técnica”, destacou Tite.

O treinador garantiu que ainda não pensa no clássico contra a aseleção argentina, na próxima terça-feira, em San Juan, e destacou o talento de jovens promissores como Vinicius Jr, que vem fazendo uma temporada de destaque no Real Madrid.

“Me parece que ele passou um tempo de adaptação no Real bastante grande, e que foi dando aos poucos a ele essa maturidade que ele possa desenvolver e chegar no estágio que está”, disse.

Tite também falou sobre o convite feito pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) ao atual técnico do Barcelona, Xavi, para ser seu auxiliar e assumir o comando da seleção depois do Catar, conforme revelou o ex-jogador na segunda-feira ao assumir o cargo no Barça.

"Eles falaram comigo" para ser meu assistente, disse Tite. “Disse que sim, porque ele poderia trazer, como auxiliar, toda a bagagem que adquiriu em campo, além de sua experiência internacional”, acrescentou, embora tenha dito não conhecer a proposta para Xavi ser substituto no futuro.

raa/app/ma/lca

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos