Brasil encerra torneio de natação Sette Colli na Itália com 12 medalhas

·3 minuto de leitura
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.


(Rio de Janeiro, 27 de junho de 2021) O Brasil conquistou mais duas medalhas neste domingo, último dia de Torneio Sette Colli, realizado em Roma, na Itália. Murilo Sartori e Gabrielle Roncatto encerraram a contagem de medalhas brasileiras na competição que serviu como preparação para a Seleção Olímpica Brasileira de Natação.

Ao todo, o Brasil conquistou 12 medalhas (oito em disputas olímpicas). O destaque do dia foi a prova dos 200m livre. Nadando na terceira sessão, Murilo Sartori nadou para 1m46s81 (seu melhor tempo na carreira) e conquistou a medalha de prata. A prova ainda teve Fernando Scheffer nadando para 1m46s89 (4ª colocação), Luiz Altamir para 1m47s76 e Breno Correia para 1m48s06. Tempos importantes para o revezamento 4x200m livre em Tóquio.

Gabrielle Roncatto também foi um dos destaques deste domingo. Depois de nadar abaixo dos dois minutos nos 200m livre e conquistar a medalha de bronze, ela conquistou mais um bronze ao nadar os 400m livre para 4m10s90. Gabrielle Roncatto faz parte do revezamento 4x200m livre feminino que participará dos Jogos Olímpicos.

​- A competição foi uma boa avaliação para a nossa equipe. Tivemos alguns atletas fazendo a melhor marca da temporada, outros fazendo o melhor tempo da vida. Podemos perceber um processo evolutivo e acho que os nossos atletas vão entregar um resultado muito bom nos Jogos Olímpicos de Tóquio. Além disso, foi bastante importante para criar um senso de time, todos se ajudando e se motivando, entrando em um clima de competição, o que não acontecia há bastante tempo - avaliou o head coach da seleção brasileira Felipe Domingues.


- Essa foi a principal competição preparatória da Seleção Olímpica de Natação e foi muito positiva. Nesse estágio de preparação, faltando cerca de quatro semanas para os Jogos, com os atletas em treinamento muito forte com foco nos Jogos Olímpicos, o resultado nem é o mais importante, mas mesmo assim a Seleção conseguiu oito medalhas em provas olímpicas e mostrou uma natação de alto nível, abrindo boas perspectivas para Tóquio - disse o chefe de equipe em Tóquio, Renato Cordani.

Seleção Olímpica

O Torneio Sete Colli, um dos mais tradicionais do mundo, foi utilizado como treinamento pelos atletas brasileiros que irão aos Jogos Olímpicos. O Brasil terá uma delegação recorde em Tóquio – com 26 nadadores – o maior número (excluindo a contagem dos Jogos Rio-2016, quando o Brasil era o país sede).

Agora, a Seleção Olímpica Brasileira de Natação se divide em grupos para Portugal, Itália, Turquia, EUA e Brasil para finalizar a preparação visando a estreia nos Jogos Olímpicos de Tóquio. A Natação em Tóquio começa no dia 24 de julho.

Veja os resultados deste domingo

50m livre feminino
Etiene Medeiros - 25s42 – 8º
Larissa Oliveira - 26s04 – 23º
Stephanie Balduccini - 26s36 – 31º
Ana Vieira - 50m livre - 26s40 – 33º

50m borboleta masculino
Gabriel Santos - 23s66 – 6º
Marcelo Chierighini - 24s05 – 18º
Vinicius Lanza - 24s40 – 23º
Matheus Gonche - 24s69 – 36º

200m borboleta feminino
Giovanna Diamante - 2m13s94 – 15º
Beatriz Dizotti - 2m21s63 – 24º

200m livre masculino
Murilo Sartori - 1m46s81 - prata
Fernando Scheffer – 1m46s89 – 4º
Luiz Altamir - 1m47s76 – 12º
Breno Correia – 1m48s06 – 15º
Guilherme Costa - 1m49s09 – 20º
Pedro Spajari - 1m54s25 – 58º

400m livre feminino
Gabrielle Roncatto - 4m10s90 - bronze
Aline Rodrigues - 4m16s17 – 13º
Beatriz Dizotti - 4m29s63 – 26º
Betina Lorscheitter - 4m23s16 – 27º

200 medley feminino
Nathalia Almeida - 2m14s99 – 8º
Stephanie Balduccini - 2m22s97 – 25º

200m medley masculino
Caio Pumputis – 2m01s56 – 9º
Vinicius Lanza - 2m01s96 – 13º

200m costas masculino
Guilherme Basseto - 2m19s83 – 38º

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos