Brasil encerra torneio de boxe na Finlândia com quatro medalhas

Brasil encerrou as disputas do Torneio Tammer de boxe com quatro medalhas, sendo duas de ouro e duas de ouro e duas de prata (Foto: Divulgação/CBB)
Brasil encerrou as disputas do Torneio Tammer de boxe com quatro medalhas, sendo duas de ouro e duas de ouro e duas de prata (Foto: Divulgação/CBB)


O Brasil de despede da Finlândia com festa após encerrar sua participação no Torneio Tammer de boxe com quatro medalhas, sendo duas de ouro e duas de prata. Os vencedores do dia foram Keno Marley e Abner Teixeira, enquanto Rebeca Lima e Wanderson Oliveira fecharam a competição com as pratas.

Na categoria até 81kg, Keno Machado faturou o título após garantir duas vitórias por unanimidade. O brasileiro estreou já na semifinal no último sábado e venceu o francês Gaetan Ntambwe, resultado que o levou à finalíssima. Na decisão da medalha de ouro, neste domingo, Keno venceu o galense Sammy Lee.

Na categoria até 91kg, Abner Teixeira teve um pouco mais de dificuldade e encarou três lutas antes de conquistar o ouro. A disputa começou na sexta-feira, pelas quartas de final, quando o brasileiro venceu o estoniano Ainar Karlson. No sábado, Abner voltou a triunfar diante do ucraniano Marat Gryhorian. O título veio neste domingo com vitória sobre o alemão Ammar Abduljabbar.

Outro atleta que estreou direto na semifinal foi Wanderson Oliveira, pela categoria até 63kg. Em sua primeira luta, disputada no último sábado, o brasileiro derrotou o britânico Mickey McDonagh por nocaute no segundo round. Já na decisão deste domingo, Wanderson encarou o francês Sofiane Oumiha, que levou a melhor, deixando o brasileiro apenas com a prata.

Fechando a lista de vencedores do Brasil, Rebeca Lima conquistou a prata da categoria até 60kg. Esta disputa foi diferente das demais, pois apenas quatro pugilistas se inscreveram. Desta forma, todas as atletas lutaram entre si. Na última sexta-feira, a brasileira venceu a polonesa Aneta Rygielska por 3 a 2. Já no sábado, foi derrotada por 5 a 0 pela finlandesa Mira Potkonen.

Rebeca voltou a triunfar neste domingo, ao bater a italiana Francesca Amato por 4 a 1, e levou a prata. O ouro ficou com Mira Potkonen, que teve três vitórias por unanimidade.










Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também