Juventus e Napoli protagonizam mais um capítulo de acirrada briga pelo título

EFE

Roma, 27 abr (EFE).- Juventus e Napoli entrarão em campo neste fim de semana, pelo Campeonato Italiano, separados por apenas um ponto, após duelo direto na semana passada, em que a equipe de Allan, Jorginho e Rafael venceu em Turim por 1 a 0, colocando fogo na briga pelo título.

No Allianz Stadium, o zagueiro senegalês Kalidou Koulibaly balançou as redes aos 45 minutos do segundo tempo, levando a equipe do sul do país aos 84 pontos, um a menos que os 'Bianconeros', ainda líderes isolados da competição nacional.

Neste sábado, a Juve visitará a Inter de Milão, em um dos maiores clássicos do futebol italiano, pressionada pelo concorrente, na disputa mais complicada dos últimos seis anos, em que terminou a temporada erguendo o troféu, na maioria das vezes, por antecipação.

Para o clássico, a equipe de Turim não contará com o zagueiro Giorgio Chiellini, que se lesionou, justamente, na derrota para o Napoli e não atuará mais nesta temporada. Com isso o marroquino Medhi Benatia e o alemão Benedikt Höwedes seguiriam na zaga, e o lateral-direito suíço Stephan Lichtsteiner voltaria ao time.

A Inter de Milão, por sua vez, segue na briga por vaga na Liga dos Campeões da Europa. A equipe está na quinta colocação, com 66 pontos, um a menos que Roma e Lazio, que ocupam terceiro e quarto posto, respectivamente.

Contra a Juve, o técnico Luciano Spaletti terá, praticamente, força máxima, incluindo o zagueiro Miranda e o meia Rafinha Alcântara. O único desfalque é o meia Roberto Gagliardini, que se recupera de lesão e deverá voltar apenas nas próximas semanas.

No domingo, o Napoli visitará a Fiorentina, de olho em manter a boa fase, após a vitória sobre o líder. Além disso, se o primeiro colocado tiver perdido na véspera, a equipe assumirá a liderança pela primeira vez desde a 26ª rodada.

Para a partida no estádio Artemio Franchi, o técnico Maurizio Sarri poderá contar com força máxima, com exceção do lateral-esquerdo argelino Faouzi Ghoulam, que sofreu grave lesão no início da temporada. Jorginho e Allan devem aparecer entre os titulares.

A Fiorentina, por sua vez, ocupa a nona posição do Italiano, com 51 pontos, e está na luta para garantir vaga na próxima edição da Liga Europa. Para o jogo, a equipe não contará com o volante burquinês Bryan Dabo, que foi expulso na derrota para o Sassuolo por 1 a 0, no último fim de semana.

Terceira colocada na tabela, a Roma abrirá a rodada neste sábado, recebendo o ameaçado Chievo, 16º, com 31 pontos. A equipe da capital duelará com o time de Verona, provavelmente, com a cabeça no reencontro com o Liverpool, pelas semifinais da Liga dos Campeões, após a derrota por 5 a 2, no estádio Anfield Road.

A Lazio, quarta colocada, terá pela frente no domingo o Torino, fora de casa. Os anfitriões estão no sétimo lugar, com 47 pontos, com remotas chances de ir a torneio continental na próxima temporada.

Sexto na tabela, a Atalanta receberá neste domingo o Genoa, 11º colocado. No mesmo dia, o Milan, que aparece no sétimo posto, ainda na luta para ir a Liga Europa, visitará o Bologna, que está em 12º. A Sampdoria, oitava colocada, por sua vez, jogará em Gênova contra o ameaçado Cagliari.

A rodada deste fim de semana ainda pode ter a definição do segundo rebaixado - o Benevento já caiu. Para isso, basta que o Verona perca para a Spal, no domingo, e o Crotone supere o Sassuolo, em seus domínios.


Programação da 35ª rodada do Campeonato Italiano:.


Sábado.

Roma - Chievo.

Inter de Milão - Juventus.

Domingo.

Crotone - Sassuolo.

Atalanta - Genoa.

Benevento - Udinese.

Bologna - Milan.

Sampdoria - Cagliari.

Verona - Spal.

Fiorentina - Napoli.

Torino - Lazio. EFE


Leia também