Brasil encara Portugal nas quartas da Copa do Mundo de beach soccer

Brasileiros e lusitanos, atuais campeões mundiais, já se enfrentaram 44 vezes com 36 vitórias verde-amarelas

Para muitos, uma final antecipada. Tetracampeão mundial, o Brasil entra em quadra na tarde desta quinta-feira para enfrentar Portugal, atual campeão, em clássico cheio de rivalidade e tradição nas areias. A partida válida pelas quartas de final da Copa do Mundo de beach soccer ocorre às 18h (horário de Brasília) e será transmitida ao vivo pelo SporTV.

Invito há 32 jogos, a Seleção Brasileira encerrou a fase de grupos com 100% de aproveitamento. Nas eliminatórias, o time verde e amarelo tem pela frente um velho conhecido. Ao todo, são 44 confrontos, com 36 vitórias canarinhas e apenas oito derrotas.

- Desde o começo do Mundial estamos encarando cada jogo como uma final. E é assim que vamos para essa partida, preparados para uma decisão, para dar a vida em quadra para sairmos com a vitória. É esse o pensamento, o nosso objetivo. Portugal é uma grande seleção, a atual campeã, conta com jogadores excelentes, e merece todo o respeito. Será um grande jogo, com certeza, é o maior clássico das areias, e vamos em busca da vitória e da vaga na semifinal - falou o defensor Daniel Zidane.

Não bastasse o histórico extenso de confrontos, Portugal tem quatro jogadores brasileiros naturalizados: os gêmeos Bê e Léo Martins, Alan e o goleiro Andrade. A amizade fica fora das quatro linhas.

- Somos amigos, muitos de nós já jogaram com eles em clubes, mas essa amizade fica de lado nesse momento. Somos rivais, cada um vai defender a sua seleção, e vamos fazer o nosso melhor, dar o nosso máximo para que o Brasil saia vencedor - afirmou o atacante Bokinha.

Entre os 44 jogos disputados (263 gols marcados e 145 sofridos) até hoje, 26 deles foram em finais de competições e o Brasil leva ampla vantagem no retrospecto sobre os lusitanos: 21 vitórias e apenas cinco derrotas. No último confronto, na decisão do Mundialito de Cascais, em julho do ano passado, vitória do Brasil por 6 a 4 e a conquista do eneacampeonato do torneio.









E MAIS: