Brasil é o segundo país que mais faz buscas no Google

Redação Finanças
·1 minuto de leitura
Simferopol, Russia - July 9, 2014: Google biggest Internet search engine. Google.com domain was registered September 15, 1997.
Simferopol, Russia - July 9, 2014: Google biggest Internet search engine. Google.com domain was registered September 15, 1997.
  • Brasil conta com 139 milhões de usuários da internet

  • Já na China, apenas 10% da população recorre ao Google

  • O estudo contou com dados de 15 países de diferentes continentes

Mesmo estando em quarto lugar em número de usuários da internet no mundo, o Brasil fica em segundo lugar quando o assunto é buscas no Google. Um estudo feito pela plataforma Cuponation revelou que o Brasil foi o segundo país que mais gerou tráfego para o Google no último trimestre de 2020.

De acordo com o levantamento, nosso país tem 92,58% de pessoas utilizando o sistema da Gigante das Buscas, ficando atrás apenas da Índia – por lá, a empresa tem 95,47% de representação quando o assunto é mecanismo para pesquisas. O Brasil conta com 139 milhões de usuários da internet, já a Índia tem 462 milhões de internautas. 

Leia também:

O terceiro e quarto lugares deste levantamento ficam com Itália e Espanha, com um montante de 91,7% e 91,1%, respectivamente, recorrendo ao Google para realizarem suas pesquisas diárias.

"Utrecht, The Netherlands - June 12, 2011: A magnifying glass on the Google homepage. Google is the most popular web search engine."
"Utrecht, The Netherlands - June 12, 2011: A magnifying glass on the Google homepage. Google is the most popular web search engine."

Estudo envolveu vários países

O estudo contou com dados de 15 países de diferentes continentes e mostra que nas últimas posições estão China, Rússia e Japão. Nos dois últimos essa taxa ficou em 66% e 79%, respectivamente.

Já na China, apenas 10% da população recorre ao Google. Parte deste desinteresse da população é que, ate recentemente, o buscador estava bloqueado na China, assim como o Facebook, Twitter. Instagram e milhares de outros sites estrangeiros.