Clássico esvaziado? Brasil e Argentina têm 17 pendurados

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Confronto acontece na próxima terça-feira no interior argentino. Foto: MB Media/Getty Images
Confronto acontece na próxima terça-feira no interior argentino. Foto: MB Media/Getty Images

As eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo de 2022, no Catar, voltam com tudo nesta semana. O Brasil enfrenta a Colômbia, em São Paulo, mas o torcedor brasileiro só quer saber de vingança contra os argentinos, na rodada seguinte, em confronto que revive a decisão da Copa América vencida pelos “Hermanos”.

O problema é que o critério de suspensão automática por punições com cartões amarelos é diferente nos jogos classificatórios para a Copa. Apenas dois cartões são suficientes para deixar um jogador fora do confronto seguinte.

Leia também:

Tal situação faz com que 17 jogadores estejam pendurados antes do jogo entre as duas principais do seleções do continente, dia 16, em San Juan, no interior argentino.

No Brasil, Tite pode perder a dupla de zaga titular já que Marquinhos e Thiago Silva, além do volante Casemiro, o meia Lucas Paquetá e o atacante Gabriel Jesus estão pendurados. A lista ainda tem os seguintes convocados: Eder Militão, Fabinho e Gerson.

Já a Argentina, que tem outro clássico antes de enfrentar os brasileiros, contra o Uruguai em Montevidéu, tem uma lista ainda maior de pendurados: Rodrigo De Paul, Germán Pezella, Giovanni Lo Celso, Nicolás Otamendi, Lucas Quarta, Ezequiel Palacios, Gonzalo Montiel, Nicolás Domínguez e Nicolás Tagliafico.

Messi também não deve enfrentar o Brasil

Lesionado e fora dos últimos jogos do Paris Saint-Germain, o craque Leonel Messi, também deve ficar de fora do jogo contra o Brasil.

Sua convocação foi motivo de polêmica, já que o diretor esportivo do clube parisiense, o brasileiro Leonardo, questionou as convocações de jogadores do time francês para suas seleções nesta Data-Fifa.

“Não concordamos em deixar entrar na seleção um jogador que, para nós, não esteja em condições físicas ou que esteja em fase de reabilitação. Isso não faz sentido, e esse tipo de situação merece ser definido um acordo real com a Fifa”, reclamou o cartola.

Além de Messi, Leandro Paredes, que também está machucado, foi convocado por Lionel Scaloni.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos