Brasil derruba a Rússia e encara a Espanha na semi do Mundial juvenil de Beach Tennis

·1 minuto de leitura


A Seleção juvenil do Brasil segue embalada na areia de Copacabana e garantiu vaga em primeiro lugar no Grupo A para a semifinal no ITF Beach Tennis World Cup disputada no Rio de Janeiro.

A equipe comandada por Juca Russo ganhou a oportunidade de jogar na quadra central e mais uma vez levantou o público na arena para superar a Federação Russa. Agora a equipe vai enfrentar a Espanha que ficou em segundo lugar no Grupo B.


No confronto feminino, Vitória Marchezini e Antonia Thompson superaram Anastasia Semenova e Arina Kosenkova por 7/5 6/1. Os meninos definiram o confronto com vitória de Daniel Mola, 15º do juvenil e 64º do mundo no profissional, e Giovanni Cariani, 9º do mundo até 18 anos e 87º no profissional, marcando um duplo 6/4. Na dupla mista, Thompson e Mola derrotaram Elizaveta Kodinova e Arsenii Zinkeev por 6/2 3/6 10/8.


"A Federação Russa é uma equipe muito forte, com jogadores técnicos e altos, esperavamos isso, fizemos uma partida muito boa, levantamos a torcida que nos ajudou muito", disse Cariani que destacou a experiência inédita na principal quadra para os jovens talentos do país: "Primeira vez na Central em casa no Brasil, isso é muito bom para nós, passa uma energia muito boa nos momentos mais difíceis".


Sobre o duelo contra a Espanha, Cariani salientou: "Expectativa é alta para encarar os espanhois. Nosso treinador já viu um pouco do jogo deles, é um time muito bom , mas nossa equipe está bem treinada, estamos confiantes, vamos pra cima deles e vamos buscar esse caneco para o Brasil".


A outra semifinal está definida e será entre a Itália e a Federação Russa.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos