Brasil cai em grupo com mais vagas no pré-olímpico de basquete

Folhapress

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Com dez vagas em disputa no feminino e quatro no masculino para os Jogos de Tóquio, em 2020, o Brasil conheceu nesta quarta-feira (27) seus adversários no torneio pré-olímpico de basquete.

A seleção feminina caiu no Brupo B, com Austrália, França e Porto Rico. As partidas serão todas disputadas na cidade de francesa de Bourges, entre os dias 6 e 9 de fevereiro.

O sorteio dá esperanças ao Brasil. O país caiu em um grupo que tem três vagas para Tóquio e uma seleção teoricamente mais fraca que todas as outras, Porto Rico. As brasileiras precisam apenas não ficar em último do grupo para se classificar aos Jogos.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Já no masculino, a seleção enfrentará Croácia e Tunísia no Grupo B da divisão que terá jogos na Croácia. O Grupo A terá Alemanha, Rússia e México. Apenas a melhor seleção geral entre os dois agrupamentos garante vaga em Tóquio-2020.

No total, entre os homens, são 24 equipes e quatro lugares nos Jogos. Elas estão divididas em quatro divisões, com dois grupos de três times, e apenas a melhor geral fica com a vaga.

Na disputa do feminino, além do Grupo B, o C também tem três vagas para Tóquio, que serão disputadas por Espanha, Grã-Bretanha, China e Coreia do Sul, com jogos na chinesa cidade de Foshan.

O Grupo A (que acontece sérvia Belgrado) vale duas vagas e terá Nigéria, Estados Unidos, Sérvia e Moçambique em quadra. No D (disputado na belga Ostende),  também com duas vagas, Canada, Japão, Suécia e Bélgica se enfrentam para decidir quem se classifica.

O sorteio ocorreu em Genebra, na Suíça, organizado pela FIBA (Federação Internacional de Basquete).

Leia também