Brasil 100%! 'Do Bronxs' e 'Pitbull' dão show e garantem a festa no UFC 210

Brasil 100%! 'Do Bronxs' e 'Pitbull' dão show e garantem a festa no UFC 210

O card principal do UFC 210, evento realizado neste sábado (8), contou com dois brasileiros logo de cara. Enquanto Charles ‘Do Bronxs’ Oliveira encarou Will Brooks pela divisão dos leves (70 kg), Thiago ‘Pitbull’ Alves duelou com Patrick Côté entre os meio-médios (77 kg). E o saldo brasileiro ao final foi o melhor possível.

Vindo de duas derrotas seguidas na organização, Charles retornou à divisão dos leves após constantes problemas com a balança enquanto competia entre os penas (66 kg) e deu show. Sem tomar conhecimento do promissor adversário, o brasileiro derrubou duas vezes, pegou as costas, mochilou e, em pé, obrigou o rival a dar os três tapinhas em sinal de desistência com um justo mata-leão.

A felicidade e a certeza do show dado em menos de três minutos ficaram evidentes no discurso do lutador, que não economizou na confiança assim que lhe deram o microfone ainda no octógono.

“Não quero ficar nessa categoria. Quero voltar aos penas, é lá que quero ser campeão. Tenho o melhor jiu-jitsu da minha categoria, posso finalizar qualquer um, eu acredito nisso. É pressão o tempo todo, em cima e no chão”, bradou.

Retorno do Pitbull 

Ex-desafiante ao cinturão dos meio-médios (77 kg), ‘Pitbull’ retornou à sua divisão de origem após frustrada tentativa de descer para os leves. E diante do rival canadense, o cearense espantou a má fase, retratada nas duas derrotas seguidas, e emplacou verdadeiro passeio diante da torcida presente no ginásio na cidade de Buffalo.

Mais calmo, Thiago entrou no combate disposto a não se desgastar de forma desnecessária, e isso se refletiu em uma palavra: precisão. Com fortes chutes baixos e alternando golpes de encontro e contragolpes na saída dos movimentos do adversário, o brasileiro dominou as ações desde o início, e com direito à surpresas.

Se no primeiro e segundo rounds Pitbull aplicou potentes knockdowns em contragolpes, na terceira e última etapa uma queda deixou o canadense sem saber o que fazer. Superado em todos os quesitos, Cote tentou partir para o tudo ou nada nos instantes finais, mas esbarrou no preparo físico e boa defesa do brasileiro, que de quebra ainda pode se orgulhar de ter carimbado o final da carreira do canadense.

Com suas luvas deixadas no centro do octógono, Cote, ex-desafiante ao titulo de Anderson Silva quando ainda competia como peso-médio (84 kg), deu adeus ao MMA profissional após 34 apresentações.

Confira os resultados do UFC 210:

Thiago ‘Pitbull’ Alves venceu Patrick Côté por decisão unânime;
Charles ‘Do Bronxs’ Oliveira finalizou Will Brooks no 1º round;
Myles Jury nocauteou Mike De La Torre no 1º round;
Kamaru Usman venceu Sean Strickland por decisão unânime;
Shane Burgos nocauteou Charles Rosa no 3º round;
Patrick Cummins venceu Jan Błachowiczpor decisão majoritária;
Gregor Gillespie nocauteou Andrew Holbrook no 1º round;
Desmond Green venceu Josh Emmett por decisão dividida;
Katlyn Chookagian venceu Irene Aldana por decisão dividida;
Magomed Bibulatov venceu Jenel Lausa por decisão unânime;