Braguinha, mecenas do esporte brasileiro, morre aos 94 anos

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O empresário Antônio Carlos de Almeida Braga, 94, morreu nesta terça-feira (12) em Portugal. Conhecido como Braguinha, o investidor foi dono da seguradora Atlântica Boavista, mais tarde incorporada pela Bradesco Seguros. Além da vida empresarial, ele foi um dos maiores apoiadores da história do esporte brasileiro. Na F1, patrocinou Emerson Fittipaldi e foi amigo de Ayrton Senna. Também teve papel de destaque no início da carreira do tenista Gustavo Kuerten, o Guga, e viabilizou o time de vôlei Atlântica Boavista, que marcou época no Rio de Janeiro com astros da seleção masculina nos anos 1980.