Bragantino vence Atlético-GO e se aproxima do G7 do Brasileirão

Futebol Latino
·3 minuto de leitura
SP - Braganca Paulista - 03/02/2021 - BRASILEIRO A 2020, BRAGANTINO X ATLETICO-GO - Ytalo jogador do Bragantino comemora seu gol durante partida contra o Atletico-GO no estadio Nabi Abi Chedid pelo campeonato Brasileiro A 2020. Foto: Diogo Reis/AGIF

Em partida válida pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro, Red Bull Bragantino derrotou o Atlético-GO pelo placar de 2 a 0. Os gols foram marcados por Ytalo, no começo da segunda etapa, e Claudinho, nos acréscimos. Com a vitória, o Massa Bruta chega aos 47 pontos e sobe para a oitava colocação. A O Dragão permanece com 45 pontos e estaciona na 13ª posição.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Esportes no Google News

O próximo adversário do Red Bull Bragantino é o Flamengo, no estádio Nabi Abi Chedid, no domingo. Já o Atlético-GO recebe o time do Santos, no Antônio Accioly, no sábado.

Jogo bastante intenso, poucas chances criadas e gol anulado

Até a metade do primeiro tempo, Red Bull Bragantino e Atlético-GO fizeram um jogo de muita briga pela posse da bola, disputa intensa por espaço, mas com nenhuma oportunidade de perigo criada.

Leia também:

A primeiro lance perigoso surgiu apenas aos 30 minutos da etapa inicial. Edimar recebeu de Claudinho e cruzou, Ytalo escorou para Helinho bater. Jean defendeu e, na sequência, Ramires ainda tentou marcar no rebote, mas o goleiro do Dragão conseguiu evitar o gol.

O Atlético-GO respondeu cinco minutos depois. Após cobrança de escanteio, Éder desviou de cabeça, Marlon Freitas aproveitou e marcou para o Dragão. Mas arbitragem viu impedimento do volante e anulou.

Após esses dois lances, o jogo voltou ao panorama inicial de muita disputa e nada de lances de perigo. Jogada de perigo, só no finalzinho do primeiro tempo. Artur desceu pelo lado direito e cruzou, Ytalo dominou dentro da área, girou em cima do zagueiro e bateu, Jean estava ligado no jogo e fez uma ótima defesa.

Início do segundo tempo intenso e gol do Massa Bruta

As duas equipes voltaram com tudo na etapa complementar. Logo aos 4 minutos, Janderson disparou em velocidade e deu um belo passe para Wellington Rato. Mas o goleiro Cleiton estava mais esperto e antecipou o meia do Atlético-GO e conseguiu fazer o corte e salvar Red Bull Bragantino.

Quando o Massa Bruta respondeu o ataque Dragão abrindo o placar. Aos 10 minutos, Claudinho recebeu passe dentro da área, mas não foi egoísta e passou para Ytalo. O atacante bateu e inaugurou o placar: 1 a 0.

Quase empate do Atlético-GO e blitz do Bragantino

Quase que em seguida ao gol Massa Bruta, o Dragão por pouco não empatou. Aos 12 minutos, cruzamento na área do Bragantino, Wellington Rato desviou, a bola passa por Cleiton, mas Edimar estava esperto e evitou o gol do Atlético-GO.

A partir começou um bombardeio do Red Bull Bragantino. Artur (três vezes) e Ricardo Ryller tiveram ótimas oportunidades para marcar, mas quando não era a pontaria que falhava, o goleiro Jean estava lá para salvar o Dragão.

Com gol de Pênalti marcado pelo VAR, Massa Bruta liquida a fatura

O Dragão bem quem tentava o empate, mas o Red Bull Bragantino era senhor do jogo. E o gol que consolidou a vitória do Massa Bruta veio nos acréscimos. Após consultar o VAR o árbitro marca pênalti para o Bragantino, Claudinho, no dia do seu jogo de número 100 com a camisa do Massa Bruta, bateu e fechou a fatura.

FICHA TÉCNICA
RED BULL BRAGANTINO 2 X 0 ATLÉTICO-GO -

34ª RODADA BRASILEIRO SÉRIE A

Estádio: Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP)
Data: 03 de fevereiro de 2021, às 19h15
Árbitro: Paulo Roberto Alves Junior (PR)
Assistentes: Bruno Boschilia (Fifa-PR) e Sidmar dos Santos Meurer (PR)
VAR: Adriano Milczvski (PR)
Gramado: Bom
Cartões amarelos: Ramires, Helinho, Léo Ortiz (BRA) / Willian Maranhão, Wellington Rato (ATL)

GOL: Red Bull Bragantino Ytalo (10’/2ºT) e Claudinho (48’/2ºT)

RED BULL BRAGANTINO (Técnico: Maurício Barbieri)
Cleiton; Aderlan, Léo Ortiz, Ligger e Edimar (Luan Cândido, 36’/2ºT); Raul, Ramires (Ricardo Ryller, 2ºT) e Claudinho (Vitinho, 50’/2ºT); Artur (Cuello, 36’/2ºT), Ytalo e Helinho (Bruno Tubarão, 20’/2ºT).

ATLÉTICO-GO (Técnico: Marcelo Cabo)
Jean; Dudu, João Victor, Éder e Natanael; Willian Maranhão (Pereira, 24’/2ºT), Marlon Freitas (Vitor, 16’/2ºT), Janderson (Arnaldo, 37’/2ºT), Matheus Vargas (Rithely, 37’/2ºT) e Wellington Rato; Chico (Danilo Gomes, 16’/2ºT).

Siga o Yahoo Esportes no Instagram, Facebook e Twitter

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos