Bragantino domina e vence Chape fora de casa pelo Brasileirão

·3 minuto de leitura


Neste domingo (30), a Chapecoense recebeu o Red Bull Bragantino, mas não gostou nada da visita. O Massa Bruta foi autoritário durante os 90 minutos e venceu a partida por 3 a 0, gols marcados por Ytalo, Lucas Evangelista e Helinho.

Agora as equipes se concentram na Copa do Brasil. Na próxima quarta-feira (2), a Chapecoense encara o ABC, atuando em seus domínios. Por outro lado, no mesmo dia o Bragantino visita o Fluminense, no Maracanã.

>Outros confrontos da 1ª Rodada do Campeonato Brasileiro

VISITANTES COM CONTROLE E MANDANTES NO CONTR-ATAQUE

O Bragantino começou a partida trocando passes no campo ofensivo e fechando os espaços da Chapecoense. Aos 15 minutos, Claudinho tentou chute de fora da área, a bola bateu na defesa e sobrou para Artur chutar por cima, na primeira boa oportunidade do jogo.

Três minutos depois, foi a vez da Chape levar perigo. Mike recebeu bola no lado direito, avançou e tocou para Perotti finalizar e fazer o goleiro Cleiton trabalhar pela primeira vez na
partida.

DOIS GOLS EM DOIS MINUTOS

Mais tarde, Anderson Leite aproveitou sobra de escanteio e levantou a bola na área. Laércio antecipou a marcação e desviou com perigo. Aos 32', o zagueiro Fabrício Bruno foi levando, até que acertou lançamento para Ytalo. O camisa 15 recebeu na área e fuzilou as redes para marcar o primeiro tento do confronto. Logo depois, saiu o segundo. Ramires cruzou e Lucas Evangelista apareceu como elemento surpresa, cabeceando e abrindo vantagem no marcador.

A Chape sentiu o gol sofrido e pouco reagiu até o intervalo, enquanto o Bragantino passou a focar na troca de passes sem objetividade.

E QUASE SAIU O TERCEIRO...

A Chapecoense voltou para a segunda etapa com Lima no lugar de Ronei. Com isso, a equipe foi mais ativa no ataque nos primeiros cinco minutos. Porém, as primeiras chances foram novamente dos visitantes. Claudinho cobrou escanteio milimétrico, Fabrício Bruno cabeceou com estilo, mas Todo o fez grande defesa.

Logo depois, Evangelista, Artur e Helinho fizeram ótima triangulação, mas o camisa 11 desperdiçou uma ótima oportunidade. Mais tarde, Claudinho ainda acertou o travessão de Tiepo.

AGORA FEZ!

Aos 28', Evangelista fez ótimo lançamento na área para Helinho. O atacante cortou Matheus Ribeiro e chutou rasteiro para marcar o terceiro dos visitantes. O Bragantino tentou sair jogando, mas cometeu erro na saída. Geuvânio foi lançado e bateu cruzado para a defesa de Cleiton. Ainda teve tempo para Claudinho marcar o quarto, mas o tento foi invalidado pelo VAR.

FICHA TÉCNICA DA PARTIDA
​CHAPECOENSE 0 x 3 BRAGANTINO

Local: Arena Condá, em Chapecó (SC)
Data/Horário: 30/05/2021 - 18h15 (de Brasília)
Árbitro: Marielson Alves Silva (CBF-BA)
Assistentes: Elicarlos Franco de Oliveira (CBF-BA) e Evandro Tiago Bender (CBF-SC)
Árbitro de vídeo: Pablo Ramon Gonçalves Pinheiro (CBF-RN)
Cartões amarelos: Moisés Ribeiro (CHA)
Cartões vermelhos:

GOLS: Ytalo (33'/1°T) (0-1), Lucas Evangelista (35'/1°T) (0-2), Helinho (29'/2°T) (0-3)

CHAPECOENSE (Técnico: Mozart Santos)

Tiepo; Matheus Ribeiro, Laércio, Derlan e Busanello; Moisés Ribeiro, Anderson Leite e Ronei (Lima, no intervalo); Mike (Ravanelli, aos 19'/2°T), Anselmo Ramon e Perotti (Geuvânio, aos 19'/2°T).

Bragantino (Técnico: Mauricio Barbieri)

Cleiton; Aderlan, Léo Ortiz (Natan, aos 42'/2°T), Fabrício Bruno e Luan Cândido; Ramires, Lucas Evangelista (Ryller, aos 34'/2°T) e Claudinho (Pedrinho, aos 42'/2°T); Artur, Ytalo (Gabriel Novaes, aos 19'/2°T) e Helinho (Cuello, aos 34'/2°T).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos