Bragantino bate o Rio Claro e cola no G4 no Paulistão da Série A2

O Bragantino está vivo na briga por uma vaga na segunda fase do Campeonato Paulista da Série A2. Na noite dessa segunda-feira, o Braga recebeu o Rio Claro no estádio Nabi Abi Chedid e venceu por 3 a 2 em um grande jogo pela 15ª rodada da competição estadual. Agora, o Bragantino soma 25 pontos e ocupa a quinta colocação. Já o Rio Claro estacionou nos 27 pontos e caiu para a terceira colocação. Quem corre mais risco de perder a vaga no G4, porém, é o Guarani, que tem 26 pontos e está na berlinda.

Apesar de encarar um adversário que está à frente na tabela de classificação, o Bragantino entrou em campo disposto a jogar uma verdadeira decisão pelo objetivo de alcançar o G4 do Estadual. Assim, se impôs em casa e fez o Rio Claro se encolher em seu campo de defesa durante toda a primeira etapa.

Logo aos cinco minutos, Adenilson quase abriu o placar. Mas, três minutos depois, na sequência da pressão, Walter cometeu pênalti claro em Rafael Grampola. O próprio centroavante foi para a batida e abriu o placar.

O que os poucos torcedores que foram ao Nabi Abi Chedid não esperavam era que o Bragantino levasse um gol na única escapada ofensiva do Rio Claro. Mas, aconteceu. Francismar lançou Danilo Lopes e o camisa 9 teve tranquilidade para limpar a marcação e bater colocado. Um lindo gol e tudo igual no placar.

Mas não deu tempo nem de comemorar. Menos de cinco minutos depois, o zagueiro Guilherme Mattis aproveitou bate e rebate dentro da área após cobrança de escanteio e voltou a colocar o Braga em vantagem. Antes do intervalo, a cena se repetiu. Escanteio na ponta esquerda e gol de Guilherme Mattis.

Com o 3 a 1 no placar, o Bragantino acabou se acomodando. O Rio Claro, por outro lado, voltou ligado para o segundo tempo e disposto a correr atrás do prejuízo, o que deixou o duelo aberto e emocionante.

Para colocar mais fogo no jogo, Walter mostrou que era noite dos zagueiros e foi à área para marcar o segundo gol dos visitantes na partida logo aos cinco minutos da etapa final. Antes dos dez, o goleiro Renan Rocha teve de trabalhar e evitou o que seria o gol de empate do Rio Claro. O Bragantino também criou chances para matar o jogo, mas pecou a na hora de concluir.

Os minutos finais do duelo foram dramáticos. A defesa do Bragantino passou por muita pressão e se segurou como pôde para manter o placar a seu favor. Mesmo diante de muito sofrimento, o placar não foi mais alterado até o apito final. Na próxima rodada, o Bragantino visita o Taubaté no sábado, às 19 horas, enquanto o Rio Claro pega o Juventus, de novo fora de casa, domingo, às 10 horas.