Brady deixa New England Patriots e deve assinar com Tampa Bay Buccaneers

AFP
Brady anunciou sua saída do New England Patriots depois de 20 anos na equipe
Brady anunciou sua saída do New England Patriots depois de 20 anos na equipe

Tom Brady anunciou nesta terça-feira sua saída do New England Patriots, encerrando uma carreira de duas décadas com a equipe que o viu se tornar o quarterback de maior sucesso na história da NFL, com seis campeonatos.

Brady, de 42 anos, disse que quer continuar jogando e, embora não tenha revelado qual camisa usará na próxima temporada da liga profissional de futebol americano, vários meios de comunicação dos Estados Unidos informam que ele teria chegado a um início de acordo o Tampa Bay Buccaneers, de cerca de US$ 30 milhões anuais.

"Embora minha jornada no futebol me leve a outros lugares, aprecio tudo o que conquistamos e estou agradecido com todas as realizações de nossa incrível equipe", disse Brady, casada com a famosa modelo brasileira Gisele Bündchen, em vários posts publicados na suas redes sociais.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

"Não sei o que me espera no futuro no futebol, mas é hora de abrir uma nova etapa na minha vida e na minha carreira", afirmou.

Brady é amplamente considerado o melhor quarterback da história da NFL, com um recorde de seis títulos do Super Bowl em uma carreira no Patriots, que se estendeu por três décadas diferentes.

Em sua galeria de títulos ele também tem quatro prêmios de MVP (Super Valuable Player) e três prêmios da temporada da NFL: 2007, 2010 e 2017. Além disso, é o quarterback mais velho a vencer o Super Bowl, comandando os Patriots na vitória sobre o Los Angeles Rams em 2019 aos 41 anos.

As nove aparições de Brady no Super Bowl são outro número que nenhum outro jogador da NFL alcançou, o que mostra sua extraordinária longevidade.

Sua partida do New England Patriots põe fim a uma das duplas mais emblemáticas, não apenas na NFL, mas na história do esporte americano, aquela que ele formou com o técnico Bill Belichick.

O treinador está no comando dos Patriots desde o início da carreira de Brady, que foi selecionado apenas como o nº 199 no draft da NFL de 2000. Belichick confiou no jovem jogador e o transformou em um quarterback capaz de liderar uma dinastia.

- "O melhor" -

Belichick elogiou seu discípulo nesta terça-feira, chamando-o de "o melhor quarterback de todos os tempos".

"Ele não apenas venceu. Ele conquistou campeonatos repetidas vezes", afirmou o técnico em um comunicado.

"Tom e eu sempre teremos um ótimo relacionamento construído com amor, admiração, respeito e apreciação (...) Nada relacionado ao final de Tom na carreira dos Patriots muda o quão imensamente espetacular ele foi", enfatizou.

Brady afirmou repetidamente que planeja jogar mais um ou três anos, mas as especulações sobre seu futuro e os relatos de seu difícil relacionamento com Belichick dispararam depois que um acordo com os Patriots para estender seu contrato fracassou no ano passado..

Brady se manteve próximo do bilionário do Patriots Robert Kraft, que disse que sempre considerará o jogador como um filho. "Como posso resumir a profundidade de minha gratidão a Tom Brady pelo que ele nos deu nos últimos 20 anos, ou a tristeza que sinto por saber que acabou?", disse Kraft em um comunicado.

"Eu esperava que esse dia nunca chegasse e Tom encerraria sua carreira excepcional com o uniforme dos Patriots depois de outro título do Super Bowl", disse ele.

Leia também