Braçadeira jogada por Cristiano Ronaldo após revolta é leiloada por R$ 430 mil para ajudar bebê

LANCE!
·2 minuto de leitura


A braçadeira de capitão atirada pelo camisa 7 de Portugal Cristiano Ronaldo, no último dia 27 de março, virou uma peça de colecionador e ajudará no tratamento de um bebê sérvio. A peça foi leiloada por 64 mil euros (cerca de R$ 430 mil) e bancará os médicos que salvarão o pequeno. A boa ação partiu de um bombeiro, que estava no jogo e pegou a faixa atirada no chão após a fúria de CR7.

+ Veja a tabela de jogos do Brasileirão 2021

O agente do Corpo dos Bombeiros que estava na partida, Djordje Vukicevic, buscou a braçadeira após CR7 se revoltar com um lance nos últimos minutos e sair de campo. Contra a Sérvia, em partida que terminou com empate por 2 a 2, um gol anulado de Cristiano no último minuto do confronto chamou atenção pela fúria do jogador após o fim da partida.

A bola já havia passado da linha, mas o erro acabou sendo cometido pelo árbitro do jogo, Com tamanha revolta, Cristiano largou a faixa. Gavrilo Djurdjevic, um bebê sérvio de seis meses que sofre de atrofia muscular espinhal, será salvo após o leilão da peça.

- Ronaldo estava agitado e jogou a braçadeira. Ela caiu bem ao meu lado. Toda a nossa equipe concordou que esta braçadeira irá para o pequeno Gavrilo - disse ele ao portal Reuters.

- Pessoas que nunca tinham ouvido falar de nós vieram falar conosco, interessadas na braçadeira e em ajudar a nossa criança - contou Nevena, mãe de Gravrilo Djurdjevic, que precisa de angariar cerca de 2,5 milhões de euros (mais de R$ 16 milhões) para os tratamentos.

O árbitro chegou a se desculpar com Cristiano por ter errado no lance, que estava correto e deveria ter sido o gol da vitória nos últimos segundos. A partida não tinha o VAR. A equipe da casa marcou com Mitrovic e Kostic, enquanto os visitantes balançando as redes com Diogo Jota duas vezes, ambas de cabeça.