Boxing Day marcou o 1º jogo de futebol entre clubes da história

LUÍS CURRO
Folhapress

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Boxing Day. Na Inglaterra, esse dia, o 26 de dezembro, lá um feriado bancário, no qual celebra-se também o Dia de Santo Estêvão (o primeiro mártir do cristianismo), tradicionalmente relaciona-se a jogar, e a acompanhar, futebol.

Nesta quinta-feira, a 19ª rodada do Campeonato Inglês (Premier League), que encerra o primeiro turno, terá nove de seus dez jogos realizados ao longo do dia.

O primeiro, Tottenham x Brighton, às 12h30 (9h30 no horário de Brasília); o último, Leicester x Liverpool (vice-líder x líder), às 20h (17h de Brasília). A ESPN Brasil exibe esses dois duelos.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

A relação do futebol com o Boxing Day é antiga, de quase 160 anos, porém engana-se quem pensa que o dia surgiu por causa do futebol. Ele já existia, e foi o futebol que se inseriu nele.

A primeira partida entre clubes da história, conforme vários registros, incluindo o do jornal inglês The Guardian, ocorreu em um 26 de dezembro, o de 1860, quando Sheffield FC e Hallam FC, os dois mais antigos times do mundo, enfrentaram-se, com vitória do primeiro por 2 a 0 no Sandygate, o estádio do segundo.

Foi o pontapé inicial dessa conexão, que se tornou duradoura, e contínua, três décadas depois.

Desde a primeira edição do Campeonato Inglês, na temporada 1888/1889, o Boxing Day tem sido um dia com ocorrência de jogos de futebol na monarquia britânica.

Sendo um feriado, é a oportunidade de encher os estádios, especialmente os das divisões inferiores – não só a Premier League (cujas arenas estão sempre abarrotadas) mas também as demais agendam rodadas para a data.

Há também o interesse comercial. Sendo o único entre os principais campeonatos europeus a não interromper as atividades no fim/início de ano (há jogos também nos dias 27, 28 e 29 de dezembro e 1º e 2 de janeiro), o Inglês, sem ter concorrência, pode obter contrato mais vantajoso com emissoras de TV.

Tem competição que vai parar por quase um mês, casos do Alemão e do Holandês: 26 dias cada um. A liga de Portugal ficará 19 dias sem a bola rolando.

Na tradução, Boxing Day poderia ser o Dia do Boxe, mas não é o que acontece em relação ao 26 de dezembro. Nesse caso, é o Dia de Encaixotar.

Pela tradição no Reino Unido, iniciada na Era Vitoriana (1838-1901), os patrões põem em caixas as sobras da véspera (comes e bebes) e as entregam aos funcionários que trabalharam na véspera e não puderam passar o dia (e/ou a noite) com seus parentes e amigos.

É também nesse dia que as famílias abastadas deixam uma caixinha –não necessariamente a gorjeta é colocada em uma caixa pequena, pode estar em um envelope– a carteiros e office boys pelos serviços prestados durante o ano.

Na história do Boxing Day, o 26 de dezembro mais lembrado é o de 1963, devido à festa de gols na primeira divisão.

Em dez partidas, saíram 66, média de 6,6 por jogo, além de terem sido registradas goleadas marcantes: Fulham 10 x 1 Ipswich, West Ham 2 x 8 Blackburn e Burnley 6 x 1 Manchester United.

Leia também