Boxe: Abner Teixeira perde na semi e fica com o bronze

·2 minuto de leitura
Abner Teixeira é oficialmente o primeiro medalhista do boxe brasileiro em Tóquio (BUDA MENDES/POOL/AFP via Getty Images)
Abner Teixeira é oficialmente o primeiro medalhista do boxe brasileiro em Tóquio (BUDA MENDES/POOL/AFP via Getty Images)

Abner Teixeira é bronze! Nesta terça (3), o boxeador paulista perdeu para o cubano Julio La Cruz por 4 a 1 na semifinal da categoria peso pesado (81-91 kg), mas garantiu a medalha de bronze nas Olimpíadas de Tóquio.

É a primeira medalha com cor definida do boxe brasileiro em Tóquio. Beatriz Ferreira e Hebert Conceição já garantiram que subirão ao pódio, mas ainda disputarão a semifinal pela chance de melhorar a cor. 

Leia também:

No boxe olímpico, não existe disputa pelo bronze, então quem garante vaga na semifinal já tem pelo menos o terceiro lugar confirmado.   

Para garantir sua medalha, o boxeador de 29 anos bateu o britânico Cheavon Clarke na primeira luta e o jordaniano Hussein Iashaish nas quartas de final.

É a 13ª medalha do Brasil em Tóquio. Confira as outras:

Natural de Sorocaba, no interior de São Paulo, Abner começou no boxe ainda adolescente. Conhecido por ser um canhoto com golpe certeiro, ingresou no esporte frequentando as aulas do projeto social “Boxe – Uma Luz Para o Futuro”, onde se destacou. Seu grande momento foi o título no Campeonato Mundial de Boxe, na Rússia – havia celebrado seu aniversário de 23 anos no dia da luta de estreia na competição. Ele está entre os três pugilistas mais bem classificados das Américas.

* Com informações da Agência O Globo

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos