Bottas fecha o primeiro dia de treinos da volta do GP de Portugal na frente

JULIANNE CERASOLI
·3 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Valtteri Bottas liderou as duas primeiras sessões de treinos livres que a Fórmula 1 disputou na pista de Portimão, em Portugal. O finlandês fez o tempo de 1min17s940. A segunda colocação ficou com Max Verstappen, da Red Bull, que foi mais de meio segundo mais lento que a Mercedes e se envolveu em um acidente com Lance Stroll, da Racing Point, que causou uma das duas bandeiras vermelhas, que encurtaram a segunda sessão. A outra foi por uma quebra de motor na AlphaTauri de Pierre Gasly. O incidente entre Verstappen e Stroll está sob investigação e pode gerar uma punição de perda de posições no grid para o canadense, que fez a primeira curva do circuito como se o holandês não estivesse ali, enquanto Max tentava uma ultrapassagem por dentro. Os dois já tinham se estranhado algumas curvas antes. O líder do campeonato, Lewis Hamilton, só apareceu na oitava colocação, uma vez que foi atrapalhado por Daniil Kvyat quando fazia sua simulação de classificação. No treino realizado na parte da manhã em Portugal, ele tinha sido pouco mais de três décimos mais lento que Bottas, ficando em segundo. Lando Norris surpreendeu ao colocar a McLaren em terceiro. E chamou a atenção o rendimento das duas Ferrari: Charles Leclerc tinha sido o quarto colocado no primeiro treino, e na segunda sessão ficou novamente com o quarto posto, com Sebastian Vettel logo atrás em sexto. E Pierre Gasly vinha bem, em quinto, até seu motor começar a pegar fogo, e terminou em sétimo mesmo sem fazer boa parte do treino. Como ele já usou toda a alocação de motores aos quais tem direito ao longo da temporada, o francês deve levar uma punição pela troca do motor e largar em último. Depois de 66 voltas serem deletadas na primeira sessão depois porque os pilotos não conseguiam respeitar os limites nas duas zonas controladas eletronicamente para impedir que eles ganhem vantagem, nas curvas 1 e 4, a segunda sessão não teve tantos erros, mas ainda assim vários pilotos tiveram dificuldades especialmente na curva 4, o que pode ser decisivo para a classificação, já que a volta é automaticamente deletada quando se sai da pista naquele ponto. Embora seja a primeira vez que a Fórmula 1 está correndo em Portimão, a prova marca o retorno a Portugal após um hiato de 24 anos. Os pilotos terão um último treino livre às 7h da manhã de sábado antes da classificação, às 10h. O GP de Portugal tem largada às 10h10. Confira a classificação do 2º treino livre do GP de Portugal 1º Valtteri Bottas (FIN/Mercedes) - 1min17s940 2º Max Verstappen (HOL/Red Bull) - +0s595 3º Lando Norris (ING/McLaren) - +0s803 4º Charles Leclerc (MON/Ferrari) - +0s898 5º Carlos Sainz (ESP/McLaren) - +1s173 6º Sebastian Vettel (ALE/Ferrari) - +1s235 7º Pierre Gasly (FRA/AlphaTauri) - +1s238 8º Lewis Hamilton (ING/Mercedes) - +1s368 9º Esteban Ocon (FRA/Renault) - +1s556 10º Alex Albon - (TAI/Red Bull) +1s703 11º George Russell (ING/Williams) - +1s881 12º Sergio Perez (MEX/Racing Point) - +1s961 13º Daniel Ricciardo (AUS/Renault) - +2s047 14º Nicholas Latifi (CAN/Williams) - +2s525 15º Kimi Raikkonen (FIN/Alfa Romeo) - +2s550 16º Kevin Magnussen (DIN/Haas) - +2s740 17º Daniil Kvyat (RUS/AlphaTauri) - +2s789 18º Romain Grosjean (FRA/Haas) - +2s927 19º Lance Stroll - (CAN/Racing Point) - +3s043 20º Antonio Giovinazzi (ITA/Alfa Romeo) - +3s456