Bottas diz ser um "piloto mais completo" após pausa estendida da F1

Luke Smith
motorsport.com

Com a pandemia da Covid-19 levando ao adiamento ou cancelamento das dez primeiras etapas da temporada 2020 da Fórmula 1, a nova temporada irá começar em 05 de julho na Áustria - mais de sete meses depois do último GP. Nesse período, muitos pilotos optaram por focar em maximizar suas formas físicas e, segundo Valtteri Bottas, isso, junto com o trabalho na pré-temporada, o tornaram um piloto mais completo.

Enquanto os pilotos tiveram apenas seis dias de testes de pré-temporada em fevereiro para conhecer seus carros de 2020 nesse período, muitos usaram esse período de isolamento para trabalhar em suas formas físicas.

Leia também:

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

F1 ofereceu à China possibilidade de realizar rodada dupla em 2020Entenda como Portugal pode voltar a receber a F1 após mais de 20 anosF1: Ex-companheiro, Webber crê que Vettel terá ano sabático em 2021

Bottas revelou que esse tempo adicional foi usado para focar em sua condição física, e isso levou a resultados impressionantes, dando a ele uma nova confiança para essa temporada.

"Três ou quatro semanas atrás, eu fiz um teste físico que eu faço uma ou dias vezes ao ano, e tive meu melhor resultado", disse Bottas em entrevista à Sky Sports F1.

"Como piloto, você não tem tantos meses assim para focar na forma física, normalmente é apenas as férias de fim de ano. Mas agora, com essa pausa estendida, eu estava só treinando, e foi ótimo ver os resultados e o quão bem eu me sinto".

"Sinto que esse tempo extra foi inesperadamente bom pra mim. Como um piloto, é raro ter tanto tempo livre, e você pode fazer coisas diferentes, e focar e você mesmo, melhorando suas condições física e mental".

Bottas venceu quatro provas em 2019 e terminou em segundo no mundial de pilotos, em sua melhor temporada na F1. Mas o finlandês enfrenta uma grande competição de seu companheiro de Mercedes, o hexacampeão Lewis Hamilton, na busca pelo título.

Bottas disse que a temporada reduzida pode fazer com que os erros custem mais caro, mas que está feliz com o progresso feito nos testes em preparação para o campeonato.

"Obviamente será uma temporada especial, porque será mais curta. Cada erro custará mais que anteriormente. A consistência será essencial".

"Eu sinto que, com as coisas que eu estava trabalhando com a equipe e meus engenheiros e em termos de pilotagem, eu tenho algumas coisas novas que posso usar. Eu consegui colocar isso em prática em Barcelona, eu sentia que em algumas curvas eu tomava decisões boas, e eu estava focado nisso durante o isolamento".

"Eu me sinto um piloto mais completo, e, fisicamente, estou em meu auge agora, então, com sorte, conseguirei traduzir isso para a pista. Estou realmente confiante e em um bom lugar, e vou com tudo pra cima, sem dúvidas".

VÍDEO: Crisiano da Matta revela capítulo final de treta com engenheiro e Toyota na F1

PODCAST Motorsport.com entrevista Felipe Massa, último piloto brasileiro da Fórmula 1

Your browser does not support the audio element.

.

Leia também