Bottas admite que deixaria Hamilton ultrapassá-lo se fosse preciso

Valtteri Bottas estreou com a Mercedes no Grande Prêmio de Melbourne, na Austrália, e já garantiu seu primeiro pódio com a nova equipe. Focado em fazer um bom trabalho com o time mais poderoso da Fórmula 1, o piloto finlandês foi sincero e admitiu que deixaria Lewis Hamilton ultrapassá-lo caso fosse instruído para isso.

“Se houver uma ordem em que você tem de deixar passar seu companheiro, isso é a pior coisa que um piloto de corridas pode escutar, mas sempre haverá alguma razão. Há um campeonato de construtores, tenho um objetivo a longo prazo na Mercedes e sempre fui leal às equipes que defendi”, disse Bottas em entrevista à emissora finlandesa MTV3.

Apesar de admitir que deixaria Hamilton assumir a frente caso recebesse tal ordem, Bottas lembrou que desde o início das conversas com a Mercedes ficou acordado que uma competição interna entre os dois pilotos era totalmente permitida.

“Deixamos claros desde o começo que Lewis e eu podemos competir em cada corrida, a não ser que haja uma tática diferente ou algum problema. Talvez a equipe vai dar alguma ordem, mas no geral podemos competir sempre desde que seja de forma honesta e sem nos batermos. Nossa filosofia é que estamos competindo”, completou o finlandês.