Botafoguenses comemoram aniversário de Honda: "maior japonês de todos os tempos"

Goal.com

A bola ainda não está rolando no Brasil, mas o sábado foi de festa para a torcida do Botafogo. O motivo? Keisuke Honda, o novo ídolo alvinegro, completou 34 anos.

Por causa da novo coronavírus, o japonês segue com apenas um jogo disputado pelo time carioca - empate por 1 a 1 com o Bangu, pelo Estadual, quando inclusive marcou de pênalti.

A partida, disputada no dia 15 de março, já teve portões fechados no Engenhão como medida de prevenção à pandemia. Antes disso, Honda sentiu o carinho do torcedor quando desembarcou no Rio de Janeiro e quando foi apresentado para 13 mil pessoas no mesmo Nilton Santos.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Mas se engana quem acha que a "distância" afetou a idolatria do botafoguense pelo japonês. Honda tem se esforçado em aprender português, sempre se engaja em causas sociais e já coleciona elogios de colegas de equipe, membros da comissão técnica e dirigentes.

O tamanho da moral do jogador com a torcida botafoguense pode ser medido em algumas manifestações nas redes sociais neste sábado - teve mensagem até chamando Honda de "maior japonês de todos os tempos". 

O Botafogo e até a Fifa não deixaram a data passar em branco. Enquanto o clube carioca exaltou "o japa mais amado do Brasil", a entidade máxima do futebol mundial postou em inglês um parabéns ao "sempre estiloso Keisuke Honda".

Em português, Honda fez questão de agradecer as mensagens de parabéns e mais uma vez fez a festa da galera mesmo com o futebol sem ter data para voltar.

Leia também