Botafogo volta invicto de sequência fora do Rio e com pontos positivos na bagagem

·2 min de leitura
Time do Botafogo (Foto: Vítor Silva/Botafogo)


O Botafogo passou - e bem - por uma pesada maratona fora de casa na última semana. O Alvinegro saiu com duas vitórias e um empate em três jogos fora de casa em sequência. O saldo é positivo: 4 pontos conquistados no Brasileirão e classificação encaminhada na Copa do Brasil.

+ Com 'dor de cabeça', Botafogo só pensa em novo goleiro em caso de oportunidade de mercado

Mais que resultados, as partidas também serviram para mostrar ainda mais caminhos para o treinador Luís Castro. A equipe tem, jogo após jogo, a "cara" do português. Além disso, o Alvinegro também foi premiado em fatores que extrapolam a questão tática.

Diante do Ceará, a equipe mudou da 'água para o vinho' a partir de alterações feitas pelo comandante no segundo tempo. A entrada de Del Piage fez o time ganhar meio-campo e, a partir disso, ganhar as disputas no setor no Castelão. O resultado se mostrou no placar: dois gols construídos no segundo tempo e vitória por 3 a 1.

+ VEJA A TABELA DO BRASILEIRÃO

Contra o Atlético-GO, no último domingo, a coragem de Luís Castro foi premiada. Não foi lá uma grande atuação coletiva do Botafogo na etapa inicial - o meio-campo pouco fluiu com o ataque. O time saiu atrás com uma falha de Diego Loureiro e o Dragão, a partir disso, focou na defesa em busca de um contra-ataque.

A coragem do português em "não ser goleado" foi o ponto alto. Castro sacou volantes, colocou atacantes e fez um 'esquema maluco': Chay recuado, Matheus Nascimento de meia avançado e deu resultado: o Botafogo tomou conta do segundo tempo, martelou, pressionou e conseguiu o empate no último minuto.

- Controlamos o jogo durante o primeiro e o segundo tempo. No primeiro tempo foi mais estável, e no segundo tivemos que arriscar muito, com o Chay de volante, com o Matheus Nascimento de 10, com o Diego (Gonçalves) e o Victor (Sá) abertos, com a envolvência do Saravia e do Daniel (Borges), com o Patrick de Paula, volante, chegando mais à frente. Foi uma equipe toda voltada para frente, tudo à procura do que viemos buscar aqui, que eram os pontos - explicou Luís Castro, em coletiva.

Além das vitórias contra Ceará e Ceilândia e do empate diante do Atlético-GO, o Botafogo também traz novos fatores que dizem respeito sobre o campo dessa 'maratona' longe do Rio de Janeiro. Agora a questão é em casa: o Glorioso mede forças com o Juventude às 11h do próximo domingo no Nilton Santos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos