Botafogo tenta recurso para tirar Fla-Flu do Engenhão, mas TJD recusa

Contrário à realização da final da Taça Guanabara, entre Flamengo e Fluminense, com duas torcidas no Engenhão, e já prevendo a derrubada da liminar que determinou torcida única, o Botafogo entrou com recurso no Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) para que a partida fosse realizada no Maracanã, mas o pedido do clube foi prontamente negado pelo órgão.

A diretoria alvinegra alegou que faltariam de provas de que o Maracanã não estaria apto a receber a final, já que o estádio receberá a partida de estreia do Flamengo na Libertadores, na próxima quarta-feira, dia 8 de março, contra o San Lorenzo, da Argentina.

 

 

“O regulamento da competição estabelece que os clássicos devem ser no Maracanã. Entramos com um recurso no TJD por conta da falta de provas. Como o Maracanã está apto a receber o jogo na próxima quarta-feira, mas não pode ter jogo no domingo?” questionou o vice-jurídico do Botafogo, Domingos Fleury.

O recurso do Botafogo foi analisado pelo auditor Nilson Neves Chagas, que indeferiu o pedido do Alvinegro alegando que “a decisão guerreada  sustenta que o estádio do Maracanã não possui  condições para efetivação da partida em face seu ‘notório estado de precariedade'”, conforme escreveu no despacho.