Botafogo sai na frente, mas sofre a virada para o Brusque e segue sem vencer fora de casa na Série B

·4 minuto de leitura


O jejum de vitórias do Botafogo fora do Rio de Janeiro na Série B do Brasileirão continua. Na noite deste sábado, o Brusque derrotou, de virada, o Alvinegro Carioca por 2 a 1, no estádio no Estádio Augusto Bauer, em partida válida pela 12ª rodada da competição. Os visitantes abriram o placar com Diego Gonçalves, mas na etapa final, Thiago Alagoano e Edu garantiram a vitória do time catarinense.

O Brusque volta a campo na próxima quarta-feira, às 16h, diante do Vila Nova, no Estádio Onésio Brasileiro Alvarenga. Já o Botafogo recebe o Goiás, às 19h, no Estádio Nilton Santos, na próxima terça-feira. Ambos os compromissos são válidos pela 13ª rodada da Série B.

> Nova camisa lançada! Relembre os últimos uniformes II do Botafogo

COMEÇO MORNO

Os primeiros minutos de jogo foram marcados por um duelo pouco movimentado. O Botafogo permitia que o Brusque avançasse e marcava no próprio campo de defesa. A ideia seria sair em contra-ataques, o que o time carioca pouco conseguiu fazer.

O time catarinense, por outro lado, tinha a bola, mas não produzia tanto. A boa chance criada pelo time catarinense saiu aos dez minutos. Da ponta direita, Garcez cruzou para Thiago Alagoano. Mesmo sozinho, o atacante do Brusque cabeceou sem perigo ao gol de Diego Loureiro para tiro de meta.

BOTAFOGO COMEÇA A SE SOLTAR...

Apesar do jogo reativo, o Botafogo, aos poucos, começou a atacar o Brusque. A primeira grande chance veio com Rafael Navarro, que fez jogada individual pela direita, passou pela marcação e bateu forte para a boa defesa do goleiro Zé Carlos. A outra oportunidade surgiu com Rafael Carioca, que teve espaço do meio de campo e bateu firme, mas sem direção.

...E CONSEGUE O GOL

Poucos minutos depois dessas duas chances criadas, o Botafogo conseguiu o gol. Marco Antônio cruzou a bola na cabeça de Rafael Navarro, mas a bola explodiu em Kanu. Mesmo assim, o camisa 99 pegou o rebote e finalizou com força, Diego Gonçalves - meio sem querer - conseguiu o desvio para balançar as redes do Brusque.

O segundo, inclusive, quase saiu com Diego Gonçalves. Chay recebeu no meio, limpou a marcação e abriu para o camisa 11, que vinha em liberdade pelo lado esquerdo do campo de ataque. O atacante ajeitou o corpo e bateu firme, mas Zé Carlos salvou o time catarinense.

> Conheça o aplicativo de resultados do LANCE!

BOTAFOGO DESPERDIÇA A CHANCE DE MATAR O JOGO

O Alvinegro Carioca voltou do intervalo desligado. Em determinado momento, o time tinha apenas 25% de posse de bola e uma finalização. No entanto, isso não impediu o Botafogo de construir uma grande chance. Aos 24 minutos, Chay cruzou a bola na cabeça de Rafael Moura, que mesmo sozinho, cabeceou no meio do gol, o que facilitou a vida de Zé Carlos. No rebote, Warley ainda isolou a bola.

QUEM NÃO FAZ, LEVA

Essa máxima do futebol se fez valer em Santa Catarina. Poucos minutos depois da grande chance de ampliar a vantagem, o Botafogo sofreu o empate. Airton cruzou da esquerda para Edu, que cabeceou na trave. Contudo, no rebote, Thiago Alagoano apareceu sozinho e só teve o trabalho de empurrar a bola para o fundo das redes.

E o castigo por não ter matado o jogo não parou por aí. O Brusque conseguiu a virada nos minutos finais da partida. Thiago Alagoano enfiou um ótimo passe para o artilheiro Edu, que sozinho, invadiu a área e bateu cruzado para garantir a vitória do time catarinense. Dessa forma, o Botafogo segue sem ganhar um jogo fora de casa.

FICHA TÉCNICA
Brusque x Botafogo

Data/Hora
: 17/07, às 19h
Local: Estádio Augusto Bauer, em Brusque (SC)
Árbitro: Ivan da Silva Guimarães Junior (AM)
Assistentes: Marcos Santos Vieira (AM) e Uesclei Regison Pereira dos Santos (AM)

> Veja a tabela da Série B

Cartões amarelos: Airton, Ianson, Everton Alemão e Garcez (BRU) Pedro Castro (BOT)
Cartões vermelhos:
Gols: Diego Gonçalves (0-1) (29'/1ºT) Thiago Alagoano (1-1) (30'/2ºT) Edu (1-2) (42'/2ºT)

BRUSQUE: Zé Carlos, João Carlos (Toty 13'/2ºT), Ianson (Claudinho 28'/1ºT), Everton Alemão e Airton; Rodolfo (Gabriel Taliari 13'/2ºT {Fio 21'/2ºT}), Zé Mateus, Bruno Alves e Garcez (Diego Mathias 13'/2ºT); Edu e Thiago Alagoano. Técnico: Jeferson Testoni

BOTAFOGO: Diego Loureiro; Daniel Borges (Warley 19'/2ºT), Kanu, Lucas Mezenga, Rafael Carioca; Barreto, Pedro Castro (Ênio 30'/2ºT); Diego Gonçalves, Chay, Marco Antônio (Rickson, intervalo); Rafael Navarro (Rafael Moura 17'/2ºT). Técnico: Ricardo Resende

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos