Botafogo se esmera por novidades estruturais com objetivo de se fortalecer em 2023

John Textor: mudanças significativas no Alvinegro (Foto: Vítor Silva/Botafogo)


A expectativa do Botafogo para chegar a um investimento "top-6" em 2023 passa por comprovar o valor da camisa alvinegra. Além das altas cifras com o patrocínio da Parimatch, o clube está de olho em nova marca para estampar as costas.

+ MERCADO DA BOLA: veja as movimentações no seu clube de coração

O "reposicionamento internacional" projetado por Textor evidencia que o Botafogo quer atrair o mercado para o potencial de crescimento do clube. Isto passa por uma rotina também nos bastidores.

Com a expectativa de um aumento de seu valor, o Alvinegro tem condições de investir em sua estrutura e pode planejar novos reforços para a temporada. Desembarcou recentemente Marlon Freitas, contratado desde o meio de 2022.

O próximo desafio será fazer mudanças no Nilton Santos. De acordo com o "GE", o gramado passará a ser sintético. Embora haja propostas em pauta, o Botafogo ainda não estabeleceu qual padrão será adotado. Há dúvidas entre o totalmente artificial e o misto (que é usado no Maracanã).

O objetivo alvinegro é evitar que a sequência de shows prevista para o estádio desgaste o gramado do Niltão. Atrações internacionais como as bandas Coldplay e The Weeknd e da cantora Shakira estão previstas para acontecerem no local.

A mudança do campo também tenta evitar as críticas excessivas dos técnicos. O próprio Luís Castro contestou ao fim de uma das partidas do clube.

Além de reforços em campo, o Botafogo tenta se impor em outras áreas.