Botafogo pode ter investimento de John Textor penhorado

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Diretoria planeja colocar salários em dia e quitar dívidas que possam gerar penhoras. Foto: (Vitor Silva/Botafogo)
Diretoria planeja colocar salários em dia e quitar dívidas que possam gerar penhoras. Foto: (Vitor Silva/Botafogo)

O Botafogo pode ter parte do investimento inicial de John Textor ao clube penhorado pelo Sindicato dos Empregados em Clubes, Federações e Confederações Esportivas e Atletas Profissionais do Estado do Rio de Janeiro (Sindeclubes).

A instituição pede ao Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região (TRT-1) que 20% dos R$ 50 milhões (R$ 10 milhões) que o alvinegro receberá como empréstimo-ponte sejam penhorados. O Botafogo, que diz ainda não ter sido intimado, declarou ao ge que discorda do pedido e irá contestá-lo.

Leia também:

A ideia dos cartolas é de utilizar o empréstimo feito por Textor para colocar salários em dia (a folha salarial do mês de dezembro e metade do 13º salário estão atrasados) e quitar dívidas que possam gerar penhoras por parte de credores. O resto do montante será destinado a investimentos no futebol, o que não quer dizer que a quantia será utilizada diretamente na contratação de novos jogadores.

O empréstimo-ponte de R$ 50 milhões é chamado assim porque após o período de análise dos documentos do clube por parte do investidor, caso haja desistência de alguma parte, o Botafogo terá de devolver o valor para John Textor. Não se espera que aconteça a desistência, mas ela é prevista por contrato.

A diligência dos documentos botafoguenses deve durar, pelo menos, dois meses, período em que o clube deve administrar o aporte de R$ 50 milhões que será feito por Textor. Após a aprovação dos documentos, o empresário norte americano receberá os 90% do Botafogo que comprou pela quantia de R$ 400 milhões.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos