Botafogo no meio do Carioca e Libertadores

O Botafogo iniciou 2017 com um objetivo: a disputa da Copa Libertadores. E desta forma, o técnico Jair Ventura priorizou a primeira fase da competição e deixou de lado a Taça Guanabara, colocando em campo os reservas.

Com essa estratégia, os Alvinegros viram o Madureira se classificar para as semifinais, mas ninguém deu importância. Com o foco na pré-Libertadores, os jogadores seguiram as instruções e se classificaram para a fase de grupos, apesar das desconfianças.

Com o primeiro objetivo alcançado, e com a pausa entre um jogo e outro da Liberta, o Botafogo aproveitou o espaço para voltar as atenções para a Taça Rio e assim, quem sabe, disputar as semifinais. 

Sassá treino Botafogo 20 03 2017

No entanto, precisando agora vencer as próximas duas partidas - contra a Portuguesa e Resende -, um fato curioso está no meio do Alvinegro: Caso o Botafogo consiga a classificação para as semifinais, ele terá que novamente optar pela Libertadores e mandar para os gramados os jogadores reservas.

Isso porque as próximas duas rodadas da competição sul-americana são fora de casa, contra Atlético Nacional e Barcelona de Guayaquil, e em jogos com só uma semana de diferença, o clube decidiu que irá direto da Colômbia para o Equador.

A viagem já está marcada: embarcam dia 11 de abril e voltam ao Rio de Janeiro apenas no dia 21. O detalhe? A final do segundo turno do estadual é dia 16.

O Alvinegro atualmente é o quarto colocado no agregado, com 14 pontos.