Botafogo goleia o Vasco em São Januário, assume a ponta da Série B e encaminha acesso

·3 min de leitura


Agora líder da Série B do Campeonato Brasileiro, o Botafogo deu um baile em São Januário e venceu o Vasco com tranquilidade por 4 a 0, na tarde deste domingo. Marco Antônio, duas vezes, Rafael Navarro e Diego Gonçalves fizeram os gols do Alvinegro, que conquistou sua maior goleada na casa do rival na história. O clássico foi marcado pelo clima de tensão nas arquibancadas desde o início.

Com o resultado, o time de General Severiano ultrapassa o Coritiba e fica na primeira posição, com 62 pontos, e tem pela frente a Ponte Preta na quinta, fora de casa, às 19h. Já o Cruz-Maltino cai para nono, com 47, e vê as chances de um acesso praticamente acabarem. Na próxima rodada, o time de Fernando Diniz recebe o Vitória, na quarta-feira, às 21h30, em São Januário.

Veja a tabela da Série B do Brasileirão

INICIATIVA

​O Vasco começou a partida indo para cima e com larga vantagem na posse de bola. Foi assim que criou suas duas melhores oportunidades, a primeira em chute forte de Cano e a segunda em cabeçada de Ricardo Graça. No entanto, o goleiro Diego Loureiro fez grande defesa em ambas e salvou o Botafogo, que chegou a dar sustos.

NA FRENTE

O espaço dado pelo Vasco foi aproveitado com maestria pelo Botafogo. Em belo contra-ataque aos 11 minutos, Warley recebeu de Oyama e cruzou na medida pra Marco Antônio, que mandou para o fundo rede. O baile do Alvinegro seguiu. Pouco depois, aos 19, Carlinhos enfiou a bola para Diego Gonçalves em profundidade pela esquerda. O camisa 11 cruzou de primeira para Rafael Navarro empurrar e ampliar.

TENSÃO E BAILE


O clima de insatisfação da torcida já era grande após os gols, mas chegou ao auge aos 25, quando Léo Matos foi expulso após falta dura em Pedro Castro, recebendo o segundo amarelo. Muitos copos foram arremessados no gramado e os torcedores ameaçaram invadir. A situação ficou ainda mais tensa quando, aos 35, Marco Antônio ampliou após lindo passe de Oyama.

PASSEIO

O Botafogo já retornou para o segundo tempo dominando as ações e jogando com tranquilidade. Assim, chegou ao quarto gol aos oito minutos. No escanteio cobrado para a área, Pedro Castro apareceu na segunda trave e cabeceou para o meio. Completamente sozinho, Diego Gonçalves completou de cabeça para o fundo da rede. Depois de mais de dois minutos de espera pela análise do VAR, o árbitro fez o gesto de impedimento, mas o jogo não reiniciou. Logo em seguida o mesmo árbitro voltou atrás e decidiu validar o gol do Alvinegro.

GOLEADA

Na parte final da partida, o Vasco se fechou para evitar um estrago maior ainda, enquanto o Botafogo apenas administrava ao som de “olé” da própria torcida e da adversária, que ironizava a equipe.

FICHA TÉCNICA
VASCO X BOTAFOGO


Data/Hora: 07/11/2021, às 16h (de Brasília)
Local: São Januário, Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (SP-FIFA)
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (FIFA-SP) e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP)
VAR: Vinicius Furlan (SP)

Cartões Amarelos: Ricardo (VAS)
Cartões vermelhos: Léo Matos (VAS)
Gols: Marco Antônio (11'/1ºT) (0-1), Rafael Navarro (19'/1ºT) (0-2), Marco Antônio (35'/1ºT) (0-3), Diego Gonçalves ( 8'/2ºT) (0-4)

VASCO (Técnico: Fernando Diniz)
Lucão; Léo Matos, Ricardo Graça, Leandro Castan e Zeca; Bruno Gomes, MT (Andrey - intervalo) e Marquinhos Gabriel; Morato (Wálber - intervalo), Nene e Cano.

BOTAFOGO (Técnico: Enderson Moreira)
Diego Loureiro; Daniel Borges (Ronald - 30'/2ºT), Carli, Kanu e Carlinhos; Luís Oyama, Pedro Castro e Marco Antônio; Warley, Diego Gonçalves (Luiz Henrique - 37'/2ºT) e Rafael Navarro (Rafael Moura - 30'/2ºT).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos