Corinthians empata com Botafogo e leva decisão para São Paulo

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Corinthians não conseguiu superar o Botafogo, neste sábado (1º), pelas quartas de finais do Campeonato Paulista. O empate por 0 a 0 no estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto, leva a decisão para São Paulo.

A partida decisiva será realizada no dia 9, na Arena Corinthians. Qualquer empate levará a disputa para os pênaltis.

O primeiro tempo do jogo de ida das quartas de final apresentou poucas emoções e muitas falhas técnicas. Sem grandes chances de gol criadas, as duas equipes excederam nos erros de passe.

Nem mesmo o presente dado por Balbuena a Rafael Bastos, ao errar o passe na saída, esquentou o jogo. O meia demorou para finalizar e foi interceptado por Guilherme Arana.

A única boa chance corintiana se deu após os 40 minutos iniciais, quando Neneca defendeu finalização de Jô e Maycon não teve sucesso no rebote.

O Botafogo começou melhor na etapa final, exigindo de Cássio uma boa defesa logo no primeiro minuto de jogo.

Encaixado na ponta para dar lugar a Camacho, escalado após desfalque de última hora de Rodriguinho, o volante Maycon não rendeu na nova posição. Por fim, Camacho foi substituído pelo estreante Clayton.

A pressão dos últimos minutos fez as equipes arriscarem e se movimentarem mais. Apesar disso, o placar não mudou.

CENTO E UM

O jogo número 101 entre Corinthians e Botafogo marcou a ampliação de um tabu que se mantém desde 1991. Ao todo, são 52 vitórias corintianas, 39 empates e apenas dez derrotas.

Cartões amarelos: Gualberto e Rafael Bastos (BOT); Jadson (COR)

Estádio: Santa Cruz, em Ribeirão Preto (SP)

Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza

BOTAFOGO: Neneca; Samuel Santos, Filipe (Matheus Mancini), Gualberto e Fernandinho; Bileu, Marcão Silva, Diego Pituca e Rafael Bastos (Bernardo); Francis (Wesley) e Marcão.

Técnico: Moacir Júnior

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Balbuena, Pablo e Guilherme Arana; Gabriel; Maycon, Jadson, Camacho (Clayton) e Romero (Léo Jabá), Jô.

Técnico: Fábio Carille