Botafogo desperdiça chances e perde para o Real Brasília na segunda rodada do Brasileirão Feminino

João Alexandre Borges
·3 minuto de leitura


Na tarde desta quarta-feira, o Real Brasília venceu o Botafogo por 1 a 0, no Defelê, em Brasília, em partida válida pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro Feminino. Na primeira etapa, as Gloriosas foram superiores e chegaram a colocar duas bolas na trave. No entanto, no segundo tempo, as Leoas equilibraram a partida e conseguiram o gol da vitória com Gadu. Nos acréscimos, o time carioca ainda conseguiu criar uma boa chance, mas a goleira Flávia conseguiu salvar em cima da linha.

> Boletim médico: Pedro Castro está recuperado e entregue à preparação física

Na próxima rodada, o Real Brasília viaja até Araraquara, onde enfrenta o Ferroviária, às 20h, no próximo domingo. Enquanto isso, as Gloriosas vão até São Paulo, onde enfrentam o Corinthians, no Parque São Jorge, também às 20h de domingo.

DESPERDIÇOU!

O Botafogo começou melhor na partida e com menos de cinco minutos, teve um pênalti ao seu favor. Brenda enfiou boa bola para Chaiane, que dentro da área, foi derrubada por Isabela Melo. Na cobrança, contudo, Kélen tomou pouca distância, e o chute foi defendido por Flávia Guedes.

BOTAFOGO PRESSIONA

Depois da cobrança, o Real Brasília começou a equilibrar a partida, mas as Gloriosas ainda eram superiores. Aos 18 minutos, Vivian atraiu a marcação da defesa, enfiou boa bola para Brenda, que ganhou a divida com a zaga e invadiu a área. A camisa 7 do Alvinegro tocou para Driely, que bateu de primeira com perigo ao gol de Flávia.

NA TRAVE

Depois do pênalti no começo do jogo, as Gloriosas tiveram mais uma grande chance para sair na frente. Em cruzamento na área, Vivian consegue o cabeceio, mas acerta a trave.

REAL BRASÍLIA RESPONDE

As Leoas também tiveram suas chances de abrir o placar. Em jogada de contra-ataque, por volta dos 37 minutos do primeiro tempo, a bola chega até Rafa Soares, que ajeita o corpo e bate com perigo ao gol de Rubi.

A outra jogada de perigo ocorreu em cobrança de falta. A bola sobrou para Daniele Silva, que bateu de primeira, e obrigou a goleira Rubi a fazer mais uma defesa.

QUEM NÃO FAZ, LEVA

O Real Brasília voltou melhor do que o Botafogo do intervalo, e logo conseguiu o gol. Logo aos seis minutos, Gadu recebeu boa enfiada de bola e, cara a cara com Rubi, deu um toque de muita categoria para tirar de Rubi e colocar as Leoas em vantagem.

RUBI SALVA O BOTAFOGO

Nos minutos finais, o Real Brasília quase matou a partida. Marcela invadiu a área, fez fila na marcação e bateu no canto, mas a goleira Rubi se esticou e salvou o Botafogo do segundo gol.

FLÁVIA FAZ MILAGRE

O Botafogo quase empatou a partida nos acréscimos. Em bate rebate após bola levantada na área, a goleira Flávia faz a defesa em cima da linha. Após o fim da partida, as jogadoras do Alvinegro e o técnico Gláucio Carvalho foram reclamar com a arbitragem.

FICHA TÉCNICA
Real Brasília x Botafogo

Data-Hora:
21/04/2021, às 15h
Estádio: Defelê, em Brasília (DF)
Árbitro: Christiano Gayo Nascimento (DF)
Assistentes: Leila Naiara Moreira da Cruz (DF) e Renato Gomes Tolentino (DF)
Quarto árbitro: Rafael Martins Diniz (DF)

> Veja a tabela do Brasileirão Feminino

Cartões amarelos: Sassá, Camila Pini, Andressa e Flávia (REAL), Driely, Brenda e Cris (BOT)
Cartões vermelhos: -
Gols: Gadu (06'/2ºT)

REAL BRASÍLIA: Flávia Guedes; Dan Nunes (Eliane), Isabela Melo, Petra e Lana (Natasha Rosas); Sassá, Rafa Soares (Andressa) e Camila Pini (Maiara); Daniele Silva, Marcela e Gadu (Thábata). Técnico: Adilson Galdino.

BOTAFOGO: Rubi; Mylena, Amanda (Gaby Louvain), Káren e Chaiane (Laura); Cris (Thamires), Driely e Vivian; Kélen (Bruna), Brenda e Juliana (Isabella Rangel). Técnico: Gláucio Carvalho.