Botafogo demite o técnico Eduardo Barroca

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Um dia após o Botafogo perder para o Sport e ser rebaixado para a Série B do Campeonato Brasileiro, o clube anunciou neste sábado (6) a demissão do técnico Eduardo Barroca. Além do treinador, o preparador físico Anderson Gomes, o auxiliar Felipe Lucena, e Túlio Lustosa, que estava no cargo de gerente de futebol também foram demitidos do clube. O diretor do Botafogo, Eduardo Freeland, comunicou as mudanças. O dirigente não indicou quem comanda o time na reta final do Brasileiro. Ainda faltam quatros jogos para o final da rodada. "Comunicamos a todos a saída do treinador Eduardo Barroca do comando da equipe técnica, do auxiliar Felipe Lucena e do gerente Tulio Lustosa. Era nítida a entrega de todos eles no trabalho, mas temos que considerar todos os fatores que nos levam a essa decisão. Cabe destacar o comprometimento de Eduardo Barroca, que valorizou muito nossos ativos e é um legado que deixa para o próximo treinador", disse o diretor. Barroca assumiu o Botafogo no dia 27 de novembro, após a saída de Ramón Díaz, que sequer chegou a dirigir a equipe em uma partida, e já pegou a equipe em situação complicada no Brasileiro. Ao todo, a comissão técnica do ex-treinador participou de 12 jogos pelo brasileiro, sendo dez derrotas, um empate e uma vitória.