Botafogo cria camisa com as listras tortas em homenagem a Garrincha

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.


Em comemoração ao aniversário de Garrincha, que faria 88 anos no dia 28 de outubro (a família considera o dia 18 de outubro como data de nascimento, mas há registros em cartório no dia 28), o Botafogo criou uma camisa com as listras tortas em homenagem ao ex-jogador. A peça é uma edição única, e o formato das linhas é inspirada na curvatura das pernas do maior ídolo da história do Alvinegro.

> Enderson Moreira atualiza situação de Gatito no Botafogo

A partir de novembro, os fãs torcedores e fãs do jogador poderão ver a camisa de perto no Museu do Maracanã. Ao site oficial do Botafogo Diretor de Negócios do Alvinegro, Lênin Franco, ressaltou que entornar as listras é uma forma do clube reverenciar Garrincha.

- Garrincha é um patrimônio botafoguense e toda homenagem feita a ele é pouco, mas a ideia de entortar as listras da camisa tal qual suas pernas, é como se todo clube estivesse fazendo uma reverência a ele. Mané é o maior e um jogador único merece uma camisa única, ele que está eternizado em nossos corações, agora está eternizado nessa camisa - diz Lênin Franco, Diretor de Negócios do Botafogo.

> Simule a tabela da Série B do Brasileirão

VEJA A NOTA OFICIAL DO BOTAFOGO

Em comemoração ao aniversário do maior ídolo do clube, que faria 88 anos no dia 28 de outubro (a família considera o dia 18 de outubro como data de nascimento, mas há registros em cartório no dia 28), o Alvinegro criou "A Camisa do Anjo Torto". Uma edição especial e única, com as listras tortas, inspiradas na curvatura das pernas do Mané.

Mas não era só isso que o tornava tão diferente dos demais. Dentro de campo, Garrincha era um verdadeiro acrobata. Uma máquina - torta - de entortar adversários. Ou, simplesmente, a alegria do povo. Principalmente, do povo brasileiro e botafoguense.

Agora, o anjo das pernas tortas recebe essa simbólica homenagem da camisa que tanto honrou. Pela primeira vez na história, as listras alvinegras se curvam diante da maior estrela que já a vestiu. Afinal, só mesmo Garrincha poderia modificar uma das camisas mais tradicionais do futebol mundial.
"Garrincha é um patrimônio botafoguense e toda homenagem feita a ele é pouco, mas a ideia de entortar as listras da camisa tal qual suas pernas, é como se todo clube estivesse fazendo uma reverência a ele. Mané é o maior e um jogador único merece uma camisa única, ele que está eternizado em nossos corações, agora está eternizado nessa camisa.", diz Lênin Franco, Diretor de Negócios do Botafogo.

Os fãs do lendário jogador poderão ver a camisa de perto no Museu do Maracanã. O item, único no mundo inteiro, ficará em exposição a partir de novembro.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos