Botafogo 'calcula' planejamento para não queimar etapas no seu elenco

Luís Castro chegou ao Botafogo em março de 2022(Vítor Silva/Botafogo)


O desafio do Botafogo em 2023 passa por planejar a evolução de seu elenco. Enquanto os titulares não iniciaram os trabalhos de olho no ano que está por vir, o Alvinegro começa a traçar rumos para deixar a equipe que disputará o Campeonato Carioca em plenas condições de conseguir uma boa transição.

+ Títulos, gols, cinema, música e mais: a vida e a obra de Pelé, o Rei do Futebol


Até mesmo a lista de reforços leva em conta este novo panorama da equipe. Há planejamento para a contratação de jogadores da equipe profissional comandado por Luís Castro, mas também de atletas que desembarquem com o intuito de serem maturados sob o comando de Lúcio Flávio no sub-23.

A observação de jogadores exigirá um trabalho minucioso da comissão técnica e dos analistas de desempenho. O olho clínico para saber o quanto o nível do jogador vem crescendo requer muita atenção em uma temporada na qual o Glorioso tem pela frente também Copa do Brasil, Brasileiro e Sul-Americana.

+ MERCADO DA BOLA: veja movimentações do seu time de coração

O técnico Luís Castro pediu, no fim do Brasileirão, "cinco ou seis reforços" para a temporada. O norte do Botafogo tende a trazer jogadores vistos com potencial para crescerem a longo prazo. Cabe ao Alvinegro ser meticuloso para engrenar nesta temporada.