Botafogo busca reação no Carioca em reencontro com Loco Abreu

Precisando reagir após a derrota de virada para o Fluminense por 3 a 2, o Botafogo visita o Bangu neste domingo, às 16 horas (de Brasília), em Moça Bonita, pela quarta rodada da Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca.

O Glorioso está fora da zona de classificação do Grupo B, com quatro pontos, e também está afastado do G-4 da classificação geral, que leva em consideração o somatório dos dois turnos. Já os banguenses, que seguram a lanterna do Grupo C com apenas um ponto, querem reagir após revés para o Flamengo no meio de semana.

O técnico Jair Ventura procurou trabalhar o aspecto psicológico dos jogadores do Botafogo, abalados com a virada sofrida diante dos rivais. Eles, porém, garantem que vão em busca de um triunfo.

“Infelizmente, não conseguimos segurar a vantagem contra o Fluminense mesmo abrindo 2 a 0. Mas o Carioca não dá oportunidade para lamentações, pois o intervalo entre um jogo e outro é curto e estamos focados no Bangu. Será outra pedreira, mas vamos em busca da vitória e da classificação”, disse o atacante Roger, autor dos dois gols diante do Tricolor.

O jogo deste domingo vai marcar o reencontro do Botafogo com o atacante uruguaio Loco Abreu, que foi ídolo do clube e campeão do Estadual de 2010. Ele é motivo de preocupação para o comandante dos alvinegros.

“O Loco Abreu é um atacante de grande qualidade técnica, inteligente. Isso para não falar de sua qualidade na jogada aérea. Vamos precisar de muito cuidado e de muita atenção não só com ele, logicamente, mas com todo o time do Bangu. O ideal é que ele não tenha liberdade para poder finalizar ou que a bola não consiga chegar até os seus pés”, alertou Jair Ventura.

O Botafogo segue sem contar com o goleiro Gatito Fernández, servindo à seleção paraguaia nas Eliminatórias Sul-americanas para a Copa de 2018, que será disputada na Rússia. Saulo, revelado na base, permanece entre os titulares. O zagueiro argentino Joel Carli, com trauma no pé direito, foi vetado e cede o posto para Renan Fonseca.

Pelo lado do Bangu, o técnico Roberto Fernandes espera que sua equipe possa manter a pegada exibida na maior parte do jogo contra o Flamengo, uma vez que o time só levou o primeiro gol na segunda metade da etapa final.

“Temos que jogar de maneira eficiente como fizemos contra o Flamengo, principalmente no primeiro tempo. Porém, dessa vez com maior qualidade na saída para o contra-ataque e criando oportunidades”, analisou Roberto.

Para este compromisso, o Bangu não poderá contar com o volante Damián Eroza, suspenso por acúmulo de cartões amarelos. O substituto deverá ser o meia Leandro Chaves, o que tornaria o time um pouco mais ofensivo.

FICHA TÉCNICA

BANGU X BOTAFOGO

Local: Moça Bonita, no Rio de Janeiro (RJ)

Data: 26 de março de 2017 (Domingo)

Horário: 16h(de Brasília)

Árbitro: Alexandre Tavares de Jesus (RJ)

Assistentes: Rodrigo Henrique Corrêa (RJ) e Daniel Alves Pereira (RJ)

BANGU: Márcio, João Guilherme, Anderson e Rafael Henriques; Daniel, Bruno Bêra, Raphael Augusto, Leandro Chaves, Washinton e Guilherme; Loco Abreu

Técnico: Roberto Fernandes

BOTAFOGO: Saulo, Marcinho, Renan Fonseca, Emerson Silva e Víctor Luís; Aírton, Bruno Silva, Camilo e Walter Montillo; Rodrigo Pimpão e Roger

Técnico: Jair Ventura