Botafogo bate o Coritiba e consegue sua primeira vitória nesta Série B

·3 minuto de leitura


Foi com uma dose a mais de sofrimento mas, na noite deste sábado, o Botafogo levou a melhor sobre o Coritiba neste sábado, pela segunda rodada da Série B. Em jogo com direito a erros de arbitragem em lances capitais, o Alvinegro contou com gols de Marco Antônio e Chay para sair do Nilton Santos com uma vitória por 2 a 0, no seu primeiro triunfo nesta edição da Série B.

O resultado deixa a equipe de Marcelo Chamusca com quatro pontos. Já a equipe paranaense fica com três pontos. O Alvinegro pega o Remo no próximo domingo, dia 13, às 18h15, também no Nilton Santos. Os comandados de Gustavo Morínigo fazem no mesmo dia um duelo estadual com o Londrina, também às 18h15.


> Confira como está a classificação da Série B do Brasileirão!

BOTAFOGO TEM CHAMA INICIAL, MAS...

As investidas de Chay levaram o Alvinegro a um início promissor. Logo aos sete, o camisa 14 se desvencilhou da marcação adversária e lançou Rafael Navarro. O atacante abriu espaço, encheu o pé, mas o grito de gol foi abafado por Wilson. Em seguida, Chay cobrou falta de forma traiçoeira, e o goleiro do Coritiba saltou para, de mão trocada, espalmar. Contudo, a sucessão de erros aos poucos abrandou o fôlego da equipe, que passou a depositar as fichas em contra-ataques.

LAMBANÇA NO APITO!

Pouco a pouco, o Coritiba se lançou à frente, tendo como válvula de escape Igor. O lateral encheu o pé e a Douglas Borges saltou para evitar. Aguerrida diante de um Botafogo que via sua marcação frouxa, a equipe de Gustavo Morínigo esbarrou em um situação controversa no Nilton Santos.

Igor cobrou falta no fundo da rede, enquanto Douglas Borges apenas observou. Porém, a jogada foi anulada por Dewson Fernando Freitas da Silva de maneira insólita: o árbitro, após autorizar a cobrança, havia se dirigido para arrumar a barreira alvinegra.

Após uma queda brusca de ritmo no duelo, a reta final renovou as emoções dos dois lados. Val arrancou pela direita e bateu com efeito para defesa de Douglas Borges. Já a equipe botafoguense viu Paulo Victor receber passe da esquerda e fazer Wilson se desdobrar.

LEVE MELHORA

O Botafogo voltou do intervalo com Chay outra vez mais participativo. O camisa 14 buscou jogada com Ronald e assustou Wilson em finalização. Só que a equipe se atrapalhava nas finalizações.

GOL SOFRIDO E POLÊMICO

De tanto rondar a área, o Alvinegro teve sua chance de abrir o placar aos 14 minutos, em outra jogada que deu o que falar. Após cobrança de escanteio, o árbitro marcou pênalti por toque de mão de Rafinha. No entanto, a bola tinha sido desviada por um colega do Coritiba.

Marco Antônio partiu para a cobrança e bateu rasteiro. No entanto, após desvio de Wilson, aproveitou que a bola voltou para os seus pés e o meio-campista mandou para o fundo da rede: o esperado 1 a 0.

CHAY DEFINE O PLACAR

Em desvantagem, o Coritiba chegou a esboçar uma reação em finalização de Natanael. Só que o Alvinegro se manteve ávido para ampliar o marcador. Ronald abriu caminho para Warley, que cruzou. A bola rolou por toda a área, passou por Rafael Navarro, mas encontrou Chay. O camisa 14, em seu primeiro jogo como titular, não titubeou para fazer o segundo o gol.

Com as mudanças, o Botafogo passou a cadenciar a partida e viu o Coritiba sair de maneira atabalhoada para o ataque. No apito final do Nilton Santos, veio o otimismo da primeira vitória da equipe nesta Série B.