Borré entra em lista histórica do River Plate na Libertadores

André Schmidt
·1 minuto de leitura


Nacional e River Plate entregaram aos torcedores exatamente o que se esperava do confronto: muitos gols. Com o 6 a 2 dessa quinta-feira, os argentinos chegaram a impressionante marca de 604 bolas na rede, liderando com folga o ranking histórico da competição. Os uruguaios, com 551, aparecem em terceiro, tendo o Peñarol, com 555, entre os dois.

Um dos principais nomes do duelo foi o atacante Borré, autor de três gols. O colombiano chegou ao total de 12 com a camisa do River na principal disputa sul-americana, entrando no top 5 dos artilheiros do clube na Copa empatando com ninguém menos do que Marcelo Gallardo, seu atual treinador, e Hernán Crespo, hoje técnico do Defensa y Justicia, dois dos grandes ídolos recentes da equipe.

Borré, que tem 25 anos, foi revelado pelo Deportivo Cali e passou por Atlético de Madrid e Villarreal, da Espanha, antes de chegar ao time argentino em 2017. No ano passado, o jogador esteve perto de marcar seu nome na história do clube ao marcar o gol que poderia ter dado o título na final contra o Flamengo. No entanto, a equipe carioca conseguiu a virada com dois gols de Gabigol.

O centroavante agora terá pela frente outro brasileiro: o Palmeiras. As duas equipes farão uma das semifinais da Libertadores, no início de janeiro. O outro classificado é o Santos, que aguarda a definição do confronto entre Racing e Boca Juniors.

MAIORES ARTILHEIROS DO RIVER PLATE NA HISTÓRIA DA LIBERTADORES
- Fonte: OGol

1º - Daniel Ónega - 31 gols
2º - Oscar Mas - 21 gols
3º - Juan Pablo Ángel - 16 gols
4º - Ernesto Farías - 14 gols
5º - Crespo - 12 gols
Gallardo - 12 gols
Borré - 12 gols