Borja tenta dar a volta por cima no Palmeiras no torneio que o projetou

Contratação mais cara da história do Palmeiras, (R$ 33 milhões por 70% dos direitos), o atacante Miguel Borja está em baixa. O colombiano, que saiu vaiado por boa parte dos torcedores que estiveram no jogo que culminou coma a eliminação do Verdão no Paulistão, espera tentar dar a volta por cima no duelo contra o Peñarol, do Uruguai, nesta quarta-feira (26), pela Copa Libertadores da América, torneio que o projetou.

A atitude de Borja de ter se irritado ao ser substituído, inclusive, rendeu uma conversa interna do técnico Eduardo Baptista com o jogador e depois com o elenco.

“O Eduardo conversou conosco. Como o próprio Eduardo disse, resolveu com o Borja. Não cabe a gente ficar julgando ou falando. Posso falar alguma injustiça sobre isso. É resolvido internamente”, afirmou Jean em entrevista coletiva na última segunda-feira (24).

Borja - Palmeiras - 7/04/2017

(Foto: Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação)

Borja ainda não está garantido como titular no confronto contra os uruguaios, mas se entrar em campo terá a oportunidade de se redimir no torneio que o projetou. No ano passado, em apenas quatro jogos pela Libertadores com o Atlético Nacional, o centroavante marcou cinco gols e foi decisivo para o título.

Suas atuações fizeram com que tivesse chances na seleção colombiana e despertassem o interesse do Palmeiras, que, após uma longa negociação, foi comprado com a ajuda da Crefisa na contratação mais cara até hoje da história do clube alviverde.

Desde que chegou ao Palmeiras, Borja disputou 10 jogos e marcou quatro gols.