Santos quer Borja, mas Palmeiras não aceita empréstimo

Yahoo Esportes
Borja, durante treino realizado na Academia de Futebol. Foto: Jales Valquer/ Framephoto/Gazeta Press
Borja, durante treino realizado na Academia de Futebol. Foto: Jales Valquer/ Framephoto/Gazeta Press

Borja perdeu espaço no Palmeiras. Isso é público e notório com Luiz Felipe Scolari. Em 2017, o colombiano custou U$ 10,5 milhões por 70% dos direitos econômicos ao Nacional de Medellín da Colômbia. Borja assinou um contrato de cinco anos. Dois anos e meio depois, é reserva de Deyverson e Arthur Cabral e tem ficado fora de algumas partidas, por escolha do treinador.

Em janeiro, houve duas possibilidades de saídas por valores abaixo do esperado pelo Palmeiras e com pouco interesse por parte do jogador. Agora, o centroavante começa a enxergar uma saída como algo plausível.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

O Santos quer contratá-lo por empréstimo, com o Palmeiras pagando parte do salários. No entanto, o blog apurou com uma fonte palmeirense que Borja só sai em definitivo. “Ele fica. Só sai vendido”, afirmou a fonte.

Algumas pessoas ligadas à diretoria entendem que uma negociação seria boa, para Borja voltar ao cenário e se valorizar novamente. Outros acham que reforçar um concorrente forte no Brasileiro, seria desnecessário e perigoso para o próprio Palmeiras.

Borja está com 26 anos e tem contrato até junho de 2021. Já fez 100 jogos com 33 gols marcados. O centroavante não foi pré-convocado para a Seleção da Colômbia que vai disputar a Copa América.

Veja mais de Alexandre Praetzel no Yahoo Esportes

Mais no Yahoo Esportes

Leia também