Bom negócio? Palmeiras e Cruzeiro discutem possível troca de jogadores - veja termos

Nathalia Almeida
·1 minuto de leitura

Contratações no mês de outubro? Em uma temporada atípica como 2020, sim. As dificuldades financeiras alavancadas pela pandemia global de covid-19 obrigam clubes brasileiros a serem criativos no mercado, com muitos empréstimos e troca de jogadores sendo concretizadas nas janelas. Este expediente, por sinal, pode ser adotado por Cruzeiro e Palmeiras, ainda ativos na janela em busca de reforços pontuais para seus respectivos elencos.

De acordo com a apuração do UOL Esportes, representantes dos dois clubes abriram conversas e discutem a possibilidade de uma troca de jogadores: Cacá, zagueiro de 21 anos que pertence à Raposa, rumaria ao Verdão; e Gustavo Scarpa, armador de 26 anos, faria o caminho inverso. Em termos técnicos, o arranjo da negociação agrada aos dois clubes e supre carências evidentes nos dois planteis, mas há entraves importantes para que a transferência ocorra.

Palmeiras v Ceara - Brasileirao Series A 2019 | Miguel Schincariol/Getty Images
Palmeiras v Ceara - Brasileirao Series A 2019 | Miguel Schincariol/Getty Images

Cacá é mais jovem e tem um valor de mercado superior à Scarpa, portanto, a ida do armador ao Cruzeiro teria que ser acompanhada de uma compensação financeira. Outro entrave para o negócio acontecer é o salário do meio-campista, muito acima do teto imposto pela Raposa para a temporada 2020, ano em que o clube vivencia um profundo processo de reconstrução.