Bom momento do sistema defensivo do Botafogo valoriza atletas da base

·2 minuto de leitura


O sistema defensivo é um dos poucos elementos que passou "ileso das críticas" durante toda a temporada 2021 do Botafogo. Diante de um time que teve altos e baixos em termos de desempenho, a defesa, geralmente, não comprometeu e passou um tom de confiança aos envolvidos no Alvinegro.

+ Ao L!, Warley elege Kanu como o melhor jogador do Botafogo: 'Tem muita personalidade'

Muito do setor se dá pelo espaço aos garotos formados na base. Em crise financeira e com dificuldade de contratar, o Botafogo deu mais espaço aos atletas de General Severiano e isto vem se provando como positivo na defesa: Paulo Victor, Kanu e Sousa têm números que ajudam a justificar o desempenho da defesa do clube na temporada.

A equipe comandada por Marcelo Chamusca levou 12 gols em 20 jogos na temporada - o time foi vazado duas vezes nos últimos oito jogos. Os atletas do setor, consequentemente, têm chamado a atenção do mercado. Paulo Victor e Sousa, principalmente, recebem muitas sondagens de outros clubes - o segundo, inclusive, tem situação avançada com o Cercle Brugge, da Bélgica.

Kanu, o mais experiente entre os três, quase deixou o Alvinegro no começo da temporada, mas o clube segurou o jogador. A presença do jogador é justificável: o camisa 2 lidera o ranking de zagueiros da Série B, de acordo com dados e números do "Wyscout", ferramenta de apoio de pesquisa e análise de desempenho usada pelo clube que o LANCE! teve acesso.

Os indicativos levados para calcular este índice são duelos defensivos, duelos aéreos, interceptações, chutes interceptados, faltas cometidas e cartões amarelo e vermelho. Ele também é o jogador que mais entrou em campo pelo Botafogo na temporada, com 19 aparições.

Paulo Victor, por sua vez, é o segundo melhor lateral sub-23 da Série B, mesmo ainda tendo idade Sub-20, e o quarto melhor entre todos os laterais nos índices do "Wyscout". O jogador tem uma média de nove duelos defensivos por jogo, tendo 64% de aproveitamento no quesito.

Dos três, Sousa é o que carrega uma convocação para seleção de base, tendo sido chamado para o time sub-20 do Brasil em novembro de 2020. Ele se destaca pela saída de bola, carregando médias de 55 passes certos por jogo - 92% de acerto no quesito - e média de 4 duelos defensivos ganhos por partida.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos